Menu
sábado, 23 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Geral

Secretário de Saúde exonerado por suspeita de fraude ganha cargo especial no governo Witzel

Ele é tido como homem de confiança do governador do Rio

18 maio 2020 - 21h41Por Thiago de Souza

Edmar Santos, secretário de Saúde exonerado neste domingo (17), pelo governador Wilson Witzel, foi nomeado para um cargo especial, nesta segunda-feira (18). O governo do Rio de Janeiro é investigado por superfaturamento na compra de produtos hospitalares. 

A nomeação de Santos apareceu em edição extra do Diário Oficial do Estado. Agora, Edmar será secretário Extraordinário de Acompanhamento das Ações Governamentais Integradas da Covid-19, no Rio. 

O cargo não existia e segundo a CNN Brasil só foi criado para abrigar o ex-secretário, que é tido como homem de confiança de Wilson Witzel. 

Já segundo  o Globo, Edmar foi afastado do cargo, segundo o próprio governo divulgou em nota, “por falhas na gestão de infraestrutura dos hospitais de campanha para atender as vítimas da Covid-19". A nota foi uma tentativa de encobrir e suavizar fatos graves que ocorriam na Secretaria de Saúde.