TCE SETEMBRO
Menu
terça, 28 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Geral

Traficantes 'gatinha da Cracolândia', Hello Kitty e Pamela Pantera usavam da beleza para crimes

As três foram presas nos últimos dias em operações da Polícia em três estados

24 julho 2021 - 16h30Por Rayani Santa Cruz

Gatinha da Cracolândia, em São Paulo. Hello Kitty, no Rio de Janeiro. Pamela Pantera, no Distrito Federal. As três mulheres mencionadas têm em comum, além de apelidos extravagantes, um histórico de protagonismo no tráfico de drogas.

Nos últimos nove dias, suas histórias foram marcadas por desfechos que ganharam destaque no noticiário policial.

Segundo o Metrópoles, Rayane Nazareth Cardozo da Silveira, a Hello Kitty, morreu em confronto com a polícia do Rio no dia 16 de julho. Flávia Tamayo, a Pamela Pantera, foi condenada a oito anos de cadeia nesta semana. Lorraine Romero Bauer, a Gatinha da Cracolândia, foi presa pela polícia na última quinta-feira (22/).

Gatinha da Cracolândia. Lorraine Romero Bauer, de 19 anos, conhecida como “gatinha da Cracolândia”, aparentava levar uma rotina normal para uma garota de classe média paulistana – fora do seu ponto de venda de drogas no centro de SP.Pamela Pantera.

Flávia Tamayo é atriz pornô, garota de programa e acabou como alvo de uma ação policial que desmantelou um esquema de tráfico de drogas conduzido por uma organização criminosa formada por prostitutas de luxo. Ela foi presa durante operação da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e, nesta semana, condenada a oito anos de prisão pelo crime de tráfico de drogas e associação.

Já Hello Kitty. A cantora gospel Rayane Nazareth Cardozo da Silveira, a Hello Kitty, era uma das criminosas mais procuradas da Região Metropolitana do Rio. Conhecida também na região como a “Dama do Tráfico”, Rayane era a principal parceira de Vinte Anos, líder do tráfico local.

As duas criminosas ainda vivas terão um período para tentar a ressocialização e uma segunda chance para mudar de vida.