Menu
segunda, 17 de maio de 2021
MS CRESCE PELA VIDA 14 a 18/05/2021
In Memoriam

Covid leva Nelídia e Adriana, mas legado de amor à Educação fica no coração dos amigos

As duas se destacaram na dedicação à pessoas especiais na cidade

13 abril 2021 - 21h34Por Thiago de Souza

As mortes da educadora e poetisa, Nelídia Amélia da Silva Ferreira e da fonoaudióloga, Adriana Correa Lisboa, pela covid-19, causaram comoção em Aquidauana. No entanto, fica o legado das duas mulheres em prol da Educação. 

As duas perderam a vida para a covid em menos de três dias. A Prefeitura de Aquidauana lamentou as perdas e homenageou as duas em post na rede social. 

Segundo a homenagem, Nelídia chegou à cidade pantaneira em 2017, com o sonho de fazer história como educadora. 

‘’Via a educação com olhos de esperança e ensinava como cuidar das práticas pedagógicas com carinho e respeito’’, diz trecho da postagem. Nelídia também era poetisa, escritora e pesquisadora, além de mãe zelosa, amiga, esposa e avó. 

A professora também se destacou na Educação Especial, fazendo trabalho de inclusão que dão frutos até hoje, diz a prefeitura. 

Adriana Corrêa Lisboa era de origem portuguesa, diz a postagem. A jornada dela na Rede Municipal de Ensino começou em 2018. 

‘’Mãe zelosa e filha exemplar com um coração imenso, que transpunha oceanos na busca de trazer em sua totalidade ou que tanto pudesse melhorar aquilo que nos diferencia “a fala”. 

Lisboa também fez diferença nos direitos da criança com deficiência em Aquidauana.  

‘’E dessa forma, nos despedimos das Profª Nelídia Amélia e da Fonoaudióloga Adriana que acreditavam que juntos podemos construir a educação que sonhamos e esses são legados que nos deixam. Saudades e saibam que vão estar sempre em nossas lembranças naquele lugar de pessoas especiais’’, finaliza a postagem.