Menu
quinta, 25 de fevereiro de 2021
In Memoriam

Filha de técnica de enfermagem enterra mãe no dia do próprio aniversário

Filha completa 22 anos hoje, segundo cunhada da vítima

26 janeiro 2021 - 13h00Por Nathalia Pelzl e Willian Leite

A filha mais velha de Carla Jaqueline Miranda, 40 anos, morta em acidente de trânsito no domingo (24), em Campo Grande, está velando e enterrando a mãe no dia em que completa 22 anos. 

A informação foi dada pela cunhada de Carla, a funcionária pública Cirene Felizarda Costa, 57 anos, durante a cerimônia que ocorreu na manhã de hoje (26), na capela na Rua Itapemirim, no Bairro Moreninha II. 

“Ela era incrível. Se formou em 2018, tinha cinco filhos, inclusive hoje é aniversário da mais velha, de 22 anos”. 

Cirene destacou que a família quer justiça e que o responsável pelo acidente, que já tem 47 passagens pela polícia, continue preso. 

“Revolta muito grande, não queremos que ele morra, penso que a morte pra ele é bela. Ele tem que pagar na cadeia, nunca mais tem que sair, um cara que tem 47 passagens pela polícia, ele tem que ficar lá”. 

ACIDENTE 

Wilson Benevides de Souza, 29 anos, foi preso em flagrante, na noite deste domingo (24), após provocar acidente e matar a motociclista Carla Jaqueline Miranda, 40 anos, na Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo, no prolongamento da Presidente Ernesto Geisel, na região do Bairro Estrela do Sul, em Campo Grande.

Conforme informações do boletim de ocorrência, o responsável pelo acidente não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação), estava em uma BMW em alta velocidade e bêbado.

Ainda conforme registro, ele teria tentado fazer uma ultrapassagem quando bateu de frente com a moto Honda Biz, conduzida pela vítima. 
Com o impacto, Carla foi arremessada por 10 metros e a moto foi destruída. O motorista foi submetido ao teste do bafômetro, que constatou a embriaguez. 

 

*Matéria editada às 15h31 para correção de informação