Menu
terça, 18 de maio de 2021
MS CRESCE PELA VIDA 14 a 18/05/2021
EXEMPLO

Vídeo: morto por covid, sargento do Choque enfrentou câncer de cabeça erguida

Ele decidiu lutar contra a doença fazendo o que mais gostava em Campo Grande

22 abril 2021 - 19h14Por Thiago de Souza e Nathalia Pelzl

O 2º sargento do Batalhão de Choque da PMMS, Ricardo Fernando Nascimento Fonseca, morreu, nesta quinta-feira (22), aos 37 anos, vítima da covid-19, em Campo Grande. Ele lutava contra um câncer e virou exemplo de superação ao seguir fazendo o que amava na vida. 

Conforme nota do BP Choque, Fonseca entrou na PMMS em 2008 e fazia parte do Canil do Choque. A corporação destacou que Fernando se tratava de um câncer de mama, que estava em fase de metástase, quando a doença se espalha para outros órgãos. 

Força 

Uma entrevista dada por Fernando ao canal do Felipe Torres, no Youtube, mostra como o PM encarava a vida e a doença. Os amigos policiais destacaram que, diante da gravidade da doença, ele poderia ficar afastado das atividades no Batalhão, mas preferiu ficar ao lado de quem amava. Uma frase dele chamou a atenção de todos. 

‘’A gente vai ter um dia para morrer, e em todos os outros, vamos estar vivos. Estou vivendo, trabalhando e fazendo o que eu gosto, buscando forças com meus companheiros”, refletiu o sargento.

A mensagem de Fernando seguiu nos corações e mentes de familiares e amigos. 

“Você nunca será esquecido, pois sua força de vontade e principalmente, a lição de vida que nos deixou serão imortalizados na história da PMMS”.