TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
segunda, 27 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Interior

Coronavírus interrompe tratamento de menino que teve perna amputada

A família voltou para Corumbá

07 abril 2020 - 07h00Por Dany Nascimento

O pequeno Marcos Wellyton da Silva Oliveira, 7 anos, voltou para Corumbá e aguarda o controle da pandemia de coronavírus para dar continuidade ao tratamento. Ele teve a perna direita amputada, após ser atropelado por um ônibus no município e realiza o tratamento na Santa Casa de Campo Grande.

De acordo com a mãe do menino, Naíra Helena da Silva, 27 anos, como o tratamento de Marcos foi suspenso, a família aguarda em casa. “Antes estávamos na casa da minha avó, agora voltamos para Corumbá até que essa pandemia passe. Eu estou fazendo os curativos nele, temos um pouco de problema para ter os itens necessário, mas eu reutilizo a faixa que ele ganhou no hospital, eu lavo ela e vou usando”.

A mãe afirma que se a população de Corumbá quiser colaborar com os medicamentos para o curativo, ela aceita de coração aberto. Naíra não está trabalhando porque o filho atropelado precisa dela diariamente.  

No curativo, a mãe usa algodão, gaze, óleo de girassol, soro e pomada de assadura. Sobre o estado psicológico do filho, Naíra explica que Marcos teve um novo surto, mas apresenta melhora, já que está na presença dos irmãos.

"Ele gritou um dia que queria morrer, mas foi se acalmando. Ele, agora com os irmãos, fica melhor”, diz a mãe.