Menu
sexta, 22 de janeiro de 2021
Covid 18/01 a 24/01
Interior

Entre a cruz e a espada: rotatória com imagem de Nossa Senhora gera 'treta santa' em Bandeirantes

Prefeito interino teria se comprometido a mudar o símbolo para uma bíblia, mas não fez

04 dezembro 2020 - 15h00Por Thiago de Souza

O pequeno município de Bandeirantes, a 65 quilômetros de Campo Grande, vive uma ‘’guerra santa’’, entre católicos e evangélicos. O prefeito interino, Luiz Meira, anunciou uma rotatória com uma imagem de Nossa Senhora Aparecida ao centro. No entanto, se vê entre a cruz e a espada, já que evangélicos criticaram a medida. 

Logo que assumiu no lugar do prefeito cassado, Alvaro Urt, em setembro de 2019, Meira já havia anunciado a rotatória homenageando a padroeira da cidade, que também é padroeira do Brasil, cuja imagem foi doada pela comunidade católica local. 

                                                      

                                                                                                       Licitação não foi alterada e obra será com imagem da Santa. (Reprodução Portal da Transparência)

A obra, segundo apurado pelo TopMídiaNews, deve ser executada pela empreiteira NSA Construções e foi orçada em R$ 60.157,14. Para muitos, o nome da empresa escolhida para fazer a obra, a ‘’NSA’’, gera suspeitas, já que muitos fiéis da santa costumam usar a sigla para homenagem. 

Ocorre que Meira, diz o Band News, teria se reunido com pastores evangélicos, onde ficou decidido que seria a imagem de uma Bíblia Sagrada. Porém, para que isso fosse cumprido, teria que mudar o objeto do procedimento licitatório, o que não aconteceu até o momento. 

Conforme também apurado pelo TopMídiaNews, no aviso de licitação a descrição da obra ainda consta como ‘’construção para execução de rotatória e base em concreto para sustentação de estátua de Nossa Senhora Aparecida...’’. 

                                                                                                            

                                                                                                                      Luiz Meira é devoto de Nossa Senhora Aparecida. (Foto: Reprodução Facebook)

Críticas

Na seção de comentários da matéria, alguns internautas destacaram que a obra custou muito caro. Outro disse que o valor seria bem aplicado em obras de assistência social ou na saúde. 

Outros moradores da cidade destacaram que o local não é o mais adequado para a feitura de uma rotatória. 

‘’Sou católica praticante e não sou a favor de colocar a imagem... ela é símbolo da nossa fé, não do município... vamos pensar gente’’, escreveu uma mulher.