TJ BANNER JUNHO 2022
PREF MARACAJU JUNHO REFIS 2022
Menu
sábado, 25 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Interior

Morador de Guia Lopes conta que apenas irmã teve sintomas, mas família toda está com covid-19

A família em isolamento domiciliar e pede compras pelo telefone

28 maio 2020 - 15h00Por Dany Nascimento

Um homem de 33 anos, que prefere não ter a identidade revelada, afirma que está entre os funcionários que testaram positivo para a Covid-19, em Guia Lopes da Laguna - distante 221 km de Campo Grande.

Ele afirma que estava de férias e ouviu a irmã reclamar que não estava sentindo gosto e nem cheiro. Ao retornar para o trabalho, ele relatou o ocorrido com a irmã, passou por exame e descobriu que está infectado com o novo coronavírus.

“Apenas a minha irmã tinha esse sintoma. Fiz o exame, deu positivo, meus familiares também fizeram e todos estão infectados. Meu pai e minha mãe também estão assintomáticos. Não sinto nada, estamos todos isolados em casa”, diz o funcionário do frigorífico.

Ele afirma que a família é monitorada diariamente pela SES (Secretaria Estadual de Saúde). “Eles ligam todos os dias, perguntando se estamos sentindo algo diferente e pedem para permanecer dentro de casa. Vamos ficar isolados por 14 dias, eu só posso voltar ao trabalho com o passar desses dias, depois de um novo exame”.

O município decretou lockdown e a prefeitura decretou normas para quem não está infectado sair de casa para fazer compras. Quem nasceu em janeiro, fevereiro, março e abril podem comprar mantimentos e remédios às terças e sextas-feiras. Já quem faz aniversário em maio, junho, julho e agosto pode sair às quartas-feiras e sábados. Às segundas e quintas-feiras é a vez de quem nasceu em setembro, outubro, novembro e dezembro.

A família do funcionário infectado, que foi entrevistado pelo telefone pelo TopMídiaNews, realiza compras via internet, com entrega no portão da casa. “Pedimos por telefone no mercado, fazemos a lista, mandamos via WhatsApp e recebemos no portão. Não fiquei tão assustado porque eu não estou sentindo nada, estou me sentindo normal”.