Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020
ALMS
Oportunidades

Prefeitura abre 200 vagas para assistente educacional inclusivo; o salário é de R$1,9 mil

A carga horária é de 40 horas semanais na Rede Municipal de Ensino

22 novembro 2019 - 10h15Por Rayani Santa Cruz

Na próxima quinta-feira (28), a prefeitura da Capital, abre inscrições para 200 vagas para o cargo de Assistente Educacional Inclusivo. O profissionais vão atuar nas unidades da Rede Municipal de Ensino (Reme). 

As vagas são para profissionais de Nível Médio Completo com formação específica no Curso de Magistério ou Normal Médio. A carga horária será de 40 horas com salário de R$ 1.950,00.

A contratação será por prazo determinado de 12  meses. O objetivo é atender aos alunos com deficiência, nas vagas oferecidas pela Rede Municipal de Ensino de Campo Grande.

O profissional designado para a função de Assistente Educacional Inclusivo oferecerá apoio pedagógico e atuará no contexto da classe do ensino comum, promovendo o acesso dos alunos com deficiência ao conhecimento, conteúdos curriculares e atividades didático-pedagógicas escolares.

Também irá auxiliar como apoio atendendo às necessidades específicas dos alunos que apresentam dificuldades de locomoção, higiene, alimentação e/ou com alterações qualitativas de suas interações sociais e de interesse, que requeiram o uso da tecnologia assistiva e/ou comunicação alternativa/aumentativa.

As inscrições ficarão abertas até às 17h de sexta-feira (29),  exclusivamente via Internet, pelo link www.campogrande.ms.gov.br/seges/processoseletivo.

 

Leia Também

Recapeamento na rua Bahia entra em fase final e termina em uma semana
Cidade Morena
Recapeamento na rua Bahia entra em fase final e termina em uma semana
Motorista tomba carreta carregada de cerveja na BR-267
Interior
Motorista tomba carreta carregada de cerveja na BR-267
Decotelli atualiza o currículo e inclui cargo de ministro da Educação
Política
Decotelli atualiza o currículo e inclui cargo de ministro da Educação
Chefe do gabinete do ódio de MS é exonerada do Senado
Política
Chefe do gabinete do ódio de MS é exonerada do Senado