Menu
domingo, 13 de junho de 2021
Polícia

Advogado pode ter premeditado assassinato de Fernanda Ribeiro, aponta investigação

No dia do crime, Alexandre e Fernanda conversaram via aplicativo WhatsApp desde as primeiras horas da manhã, conforme prints

10 junho 2021 - 09h45Por Nathalia Pelzl

O advogado Alexandre França Pessoa, 42 anos, suspeito de matar Fernanda Daniele de Paula Ribeiro dos Santos, 36 anos, pode ter premeditado o crime, conforme aponta investigação da Delegacia de Polícia Civil de Batayporã, com apoio da SIG (Seção de Investigações Gerais) da 1ª Delegacia de Nova Andradina.

O site local, Jornal da Nova, divulgou mais detalhes sobre a investigação.

Conforme relatório, um dos três aparelhos celulares apreendidos do investigado tem indícios de que o advogado esteve com a vítima no dia 28 de abril das 18h22 até às 18h28, na rua Redentor, na região do bairro Irman Ribeiro, onde provavelmente pegou Fernanda para sair, como era de costume do casal.

Depois de uma hora, o aparelho indicou localização próximo ao local onde o corpo da vítima foi encontrado. 

Além disso, uma testemunha de 39 anos, que prestava serviços para Fernanda, disse que no dia do crime, a vítima havia combinado de sair com Alexandre por volta das 18h30. 

Na data, Alexandre e Fernanda conversaram via aplicativo WhatsApp desde as primeiras horas da manhã, conforme prints. 

Tudo indica que o crime foi premeditado pelo advogado.