Menu
quinta, 01 de outubro de 2020
Polícia

Agente penitenciário é executado por pistoleiros; servidor estava com drogas

A caminho do trabalho a vítima foi atingida por aproximadamente sete tiros

24 abril 2019 - 08h59Por Anna Gomes

O agente penitenciário Duilio Florenciani Gonzalez foi executado a tiros na manhã desta quarta-feira (24), na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã, município distante aproximadamente 250 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o Porã News, Duilio foi assassinado com cerca de sete tiros de pistola calibre 9mm. Segundo os Investigadores da polícia, os disparos foram realizados na altura da cabeça, quando a vítima se dirigia ao seu local de trabalho na Penitenciária Regional da cidade.

Ainda conforme o site local, as primeiras informações apontam que o agente pode ter sido executado por motivo de sua conduta no interior do sistema penitenciário, já que em poder do servidor foram encontradas porções de maconha e cocaína, que ele levaria para o presídio nesta manhã.

Leia Também

Iguana vai parar em prateleira de loja e só PMA para resgatar
Interior
Iguana vai parar em prateleira de loja e só PMA para resgatar
COMEÇOU A GUERRA: PP pede impugnação de Harfouche
Política
COMEÇOU A GUERRA: PP pede impugnação de Harfouche
Enfermeiro se comove ao ver cão lutar para ficar com dono internado em Anastácio
Interior
Enfermeiro se comove ao ver cão lutar para ficar com dono internado em Anastácio
Gravíssimo: Brasil tem 1.031 mortes por covid em 24 horas, com total de 143 mil
Geral
Gravíssimo: Brasil tem 1.031 mortes por covid em 24 horas, com total de 143 mil