Menu
sexta, 27 de novembro de 2020
Polícia

Bebê de Costa Rica morre após ser espancado pelo padrasto

O suspeito foi preso e confessou o crime

20 abril 2019 - 14h00Por Redação/MS Todo Dia

Uma menina de um ano e dois meses natural de Costa Rica morreu após ser espancada pelo padrasto na sexta-feira (19) , em Santa Rita do Araguaia, no interior de Goiás. O suspeito, identificado como Gabriel Felizardo Silva, 21 anos, confessou o crime e disse que estava embriagado. Ele alegou que depois de bater na menina, ela ainda caiu da cama.

A vítima foi socorrida com diversos ferimentos, inclusive traumatismo craniano, e encaminhada para um hospital em Rondonópolis (MT), mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com delegado Júlio César Arana, da Polícia Civil de Mineiros (GO), responsável pelas investigações, o autor não gostou que a menina não para de chorar.

Gabriel chegou em casa embriagado, espancou a criança e depois acordou a mãe, alegando que a vítima havia caído da cama na casa onde vivem, em Santa Rita do Araguaia. Eles procuraram socorro e, no hospital, foi levantada suspeita de agressão e o casal acabou sendo levado para Mineiros.

Gravemente ferida, a menina precisou ser encaminhada às pressas para Rondonópolis. Na delegacia de Mineiros, o casal, que é natural de Costa Rica, apresentou como primeiras alegações o acidente doméstico, reforçando sobre a queda. “Nós fizemos perícia no local e encontramos várias manchas de sangue. Tinha manchas de sangue na camisa do suspeito que confrontavam as versões apresentadas inicialmente”, explicou o delegado Júlio.

Certo de que não conseguiria esconder o crime, Gabriel acabou confessando. “Ele que tinha bebido e que depois de ir embora, encontrou a criança chorando. Descontrolado ele a agrediu com socos na frente da cabeça e na nuca”, explicou o delegado. Por conta das agressões, a menina desmaiou e caiu. “Foi então que ele avisou a mãe no quarto”, pontuou.

Enquanto o Gabriel e a esposa estavam na delegacia, o hospital de Rondonópolis informou, segundo relatado pelo próprio delegado, que a vítima teve morte cerebral. Por este motivo, foi dada voz de prisão a Gabriel, pelos crimes de tortura qualificada, cometida contra criança, e feminicídio. O pai da criança, por sua vez, é natural de Figueirão e atualmente mora em Costa Rica, e está abalado com a situação.

Nesta manhã, foi confirmado o óbito de fato e familiares estão em Rondonópolis preparando o translado para Costa Rica, onde haverá o velório. O local e horário e não foram definidos.

Leia Também

'Rei do fundo eleitoral', Cláudio Serra é a vergonha das eleições 2020 em MS
Política
'Rei do fundo eleitoral', Cláudio Serra é a vergonha das eleições 2020 em MS
Sorteio da nota premiada MS acontece neste sábado
Geral
Sorteio da nota premiada MS acontece neste sábado
Marquinhos lança licitação para asfalto do Rita Vieira
Cidade Morena
Marquinhos lança licitação para asfalto do Rita Vieira
Força-tarefa autua postos de combustíveis e revendas de gás em Campo Grande
Economia
Força-tarefa autua postos de combustíveis e revendas de gás em Campo Grande