TJMS AGOSTO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 12 de agosto de 2022 Campo Grande/MS
SENAI SUPER BANNER JULHO E AGOSTO 2022
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
Polícia

Bom pra cachorro! Cão policial da Força Tática entra em ação e fecha a 'boca do Dumbo'

Polícia Militar encontrou na residência do indivíduo uma grande quantidade de entorpecente já preparado para venda

03 maio 2019 - 07h31Por Da redação/JNE Diário

A atitude suspeita de Jackson Ramos da Silva, 28 anos, também conhecido como “Dumbo”, despertou a atenção da equipe da Força Tática na tarde desta quinta-feira (2) no Jardim Independência, em Anastácio. Com ele os policiais encontraram paradinhas para entrega, na casa dele, mais entorpecentes encontrados com a ajuda do cão policial do Canil do 7° Batalhão de Polícia Militar, com sede em Aquidauana.

De acordo com a Polícia Militar, durante rondas pelo bairro, a guarnição abordou Dumbo, já que este aparentou extremo nervosismo ao avistar a viatura. Em revista pessoal, a embalagem contendo 43 paradinhas de pasta base de cocaína foi localizada. Questionado sobre a droga, Jackson disse que estava levando até a residência, onde tinha usuários aguardando a “encomenda”.

Os policiais foram com o rapaz até o imóvel e constataram que havia dois usuários, menores de idade, aguardando para comprar a droga. O dono da boca então disse aos militares que dentro da casa havia mais paradinhas para venda. Na residência, estava Geisa de Almeida Amorim, 27 anos, que tentou enganar os militares, mentindo o nome, pois estava foragida da Justiça, estratégia que não deu certo e também acabou presa.

A equipe policial então solicitou a presença do cão Hunter, o Golden Retriever do Canil da Força Tática, treinado para localizar e identificar entorpecentes escondidos, onde ele acabou sinalizando um recipiente plástico, escondido entre panos velhos, com mais 23 papelotes de maconha, além de uma peça de pasta base de cocaína escondida em uma mochila preta e também uma balança de precisão.

Também foram encontrados celulares, relógios, pares de tênis, facas, facões e R$ 278 reais em cédulas. Tudo, segundo Jackson, proveniente da venda de entorpecentes. O casal e os usuários foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Anastácio e os pais dos menores comunicados sobre o ocorrido.