Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
camara municipal
Polícia

Casal morto em queda de avião aguardava visita da filha que mora na Irlanda

Silvana tinha acabado de voltar da Europa e tinha comprado passagem para a filha visitar a família na Capital

15 maio 2019 - 09h55Por Dany Nascimento

Amigo pessoal das vítimas mortas em uma queda de avião na manhã desta quarta-feira (15), o piloto de avião Ignácio Llamo, 49 anos, afirma que Silvana Maria Pizzo e Pedro Arnaldo dos Santos aguardavam a visita da filha, que mora na Irlanda, na próxima semana.

Ele conta que Silvana chegou há dois dias em Campo Grande e já teria comprado a passagem da filha. “A Silvana estava na Europa, chegou agora. Ela até comprou a passagem para a filha, que vinha na próxima semana para visitar os pais e as outras irmãs. Estamos todos muito chocados. O Pedro era uma grande pessoa. Não digo isso pela tragédia que aconteceu, digo isso porque ele realmente era uma pessoa incrível, muito humana”, diz o amigo.

Pedro e Silvana decolaram por volta das 06h05 de hoje no Aeroporto Santa Maria e seguiam com destino ao Pantanal. Pedro era piloto e conduzia o avião Beechcraft Bonanza, que pertencia a família há quatro anos e caiu em uma mata próximo ao aeroporto.

Além da filha que mora na Irlanda, o casal teria outras duas meninas, formadas em medicina. “Tem uma filha médica que mora aqui mesmo na Capital e a outra também é médica, mas mora em São Paulo. É uma notícia muito triste. Minha mãe, que também gostava muito dele e mora aqui perto do aeroporto está chocada e passou mal ao saber da morte deles”.

Leia Também

Weintraub presta depoimento para Polícia Federal em inquérito das fake news
Polícia
Weintraub presta depoimento para Polícia Federal em inquérito das fake news
Atriz de 'tapa na pantera' está em estado grave no hospital
Geral
Atriz de 'tapa na pantera' está em estado grave no hospital
AMICÃO viu idoso agonizar ao morrer queimado na região das Moreninhas
Cidades
AMICÃO viu idoso agonizar ao morrer queimado na região das Moreninhas
Vítima de coronavírus vivia em Dourados e deixa três filhos
Interior
Vítima de coronavírus vivia em Dourados e deixa três filhos