TCE Novembro
Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Polícia

Criança torturada por pais está em estado grave

25 outubro 2018 - 19h33Por Da redação / Diário do Vale

O conselheiro tutelar Claudiney Evangelista disse nesta quinta-feira, 25, ao DIÁRIO DO VALE, que continua grave o estado de saúde da menina de dois meses, que teria sido torturada pela mãe de 14 anos, e pelo padrasto, um jovem de 22. O bebê está internado no Hospital Unimed, desde a noite dessa terça-feira,23, após ser transferido do Hospital São João Batista, onde foi internado na manhã do mesmo dia.

Segundo Claudiney médicos informaram que a criança continua mantida em aparelhos, mas que não corre risco de morte. Exames constataram que a menina sofreu traumatismo craniano e fraturas múltiplas pelo corpo.

Os suspeitos alegam que a criança machucou após cair do colchão, com espessura de 10 centímetros, que estava no chão. Segundo eles, o acidente teria ocorrido na casa onde moram no bairro Belo Horizonte, em Volta Redonda.

A versão do casal não convenceu os funcionários do Hospital São João Batista que acionaram o Conselho Tutelar da cidade. Claudiney disse que ao ser informado sobre o resultado do laudo médico da criança, indicando que os ferimentos seriam provenientes de agressão física, ele imediatamente encaminhou o casal à Deam.

– Conduzi o casal para a Deam (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher) de Volta Redonda. A mãe, por ser menor de idade, estava acompanhada do pai dela. O jovem ficou preso e a adolescente apreendida – disse o conselheiro tutelar, acrescentando que um dos seus objetivos foi garantir o direito da criança.

O Conselho Tutelar enviará relatório ao Ministério Público e ao Juizado da Vara da Infância, Juventude e do Idoso de Volta Redonda para que decidam o destino da menina, após alta do hospital. A internação da menina está sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar.