Menu
sábado, 19 de setembro de 2020
Polícia

‘Doidaço’, cliente arma confusão em boate de Aquidauana e acaba preso pela Força Tática

Rapaz estava bastante agressivo e alterado, ameaçando e tentando agredir os presentes no estabelecimento

27 fevereiro 2019 - 16h46Por Da redação/JNE

Uma equipe da Força Tática foi acionada no final da noite desta terça-feira (26) para conter uma briga generalizada dentro de uma casa noturna, em Aquidauana. João Paulo Dantas Alves, 24 anos, foi preso em flagrante, por ameaçar funcionários e clientes com um pedaço de pau. De acordo com informações da Polícia Militar, policiais foram até a boate, localizada na Rua Teodoro Rondon, próximo a Ponte Nova, após vários chamados simultâneos sobre confusão no local.

Ao chegar no estabelecimento, a equipe avistou João Paulo bastante agressivo e alterado, ameaçando e tentando agredir os presentes, onde teria sido agredido pelos frequentadores, que tentaram conte-lo, mas sem sucesso. Testemunhas disseram que não havia motivos aparentes para a confusão.

O jovem precisou ser contido pelos militares e, questionado se havia ingerido algo, ele se negou a responder, mas foi verificado que estava com forte hálito etílico, olhos avermelhados e fala enrolada. Em busca pessoal, foi encontrado em seu bolso um cachimbo próprio para consumo de pasta base de cocaína. João Paulo foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, para providências cabíveis, onde se encontra à disposição da autoridade policial.

Leia Também

Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Polícia
Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Cidade Morena
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Geral
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar
Entrevistas
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar