Menu
quinta, 05 de agosto de 2021
Polícia

Médicos analisam fazer parto em gestante baleada na cabeça pelo marido

Vítima de dois tiros de arma de fogo teve melhora no quadro, mas segue internada na Santa Casa

21 julho 2021 - 17h00Por Rayani Santa Cruz

Paciente de 18 anos, a gestante de 36 semanas que quase foi morta pelo marido após ser atingida por dois tiros pode ter o parto realizado em breve. Ela que é de Corumbá segue internada na Santa Casa.

A mulher identificada com J.D.A.A está há 17 dias internada no hospital. Segundo a assessoria, ela segue internada na enfermaria pela equipe da neurologia consciente, orientada e estável no momento. A equipe da obstetrícia está acompanhando o caso junto com neurocirurgia, e a paciente apresentou através de TC melhora no quadro.

Ainda conforme informado, a ortopedia também aguarda liberação para realizar procedimento de correção da fratura de antebraço direito. Equipe da obstetrícia solicitou nova ultrassom  para analisar a possibilidade do parto na paciente.

A mulher sofreu tentativa de feminicídio em 4 de julho, em Corumbá e foi transferida no dia seguinte para a Capital por conta da gravidade no ferimento. 

O crime

Segundo o Diário Corumbaense, o suspeito, que foi preso logo após o crime, alegou disparo acidental. No entanto, a Polícia Civil de Corumbá acredita em tentativa de feminicídio, já que houve dois tiros contra a esposa. 

Além disso, familiares disseram à polícia que o relacionamento do casal era conturbado. Na hora do ocorrido houve uma discussão entre os dois, sendo que a jovem desconfiava de traição do marido.