Menu
domingo, 22 de maio de 2022 Campo Grande/MS
GOV EMPREGO MAIO
Polícia

Família de doméstica diz que marido simulou tentativa de suicídio para 'aliviar pena'

Elenice Pinto Martins foi morta com 22 facadas, na Vila São Caetano

14 maio 2022 - 08h51Por Thiago de Souza e Adriano Bueno

Familiares de Elenice Pinto Martins, 48 anos, garantem que o esposo dela, Delzimar Alves do Nascimento, 49 anos, simulou tentar se matar, para aliviar a pena do feminicídio que cometeu, na noite desta sexta-feira (13). O crime ocorreu em uma casa, na Vila São Caetano, em Campo Grande.  

Conforme narrado com exclusividade para o TopMídiaNews, uma parente, de 55 anos, que não quis se identificar, Delzimar não teria intenção de se matar, somente simular para ter alívio na pena pelo crime. 

''Se ele quisesse se matar, já teria se matado. O que ele fez foi um 'teatro'. Como ele conseguiu matar ela, né?'', refletiu a parente. 

A familiar também destaca que o suspeito argumentou que a esposa é que teria o atacado primeiro e depois revidou. 

Ainda conforme o depoimento ao site, a mulher conta que estava em outro local, quando o filho dela foi avisado pelo filho de Delzimar, de apenas 11 anos, sobre o crime bárbaro.  

O casal estava junto há cerca de um ano e meio e a doméstica tinha um filho, de 22 anos e o homem uma criança de 11 anos. 

O crime

Segundo a delegada Bárbara Alves, da Delegacia de Atendimento à Mulher, de Campo Grande, Delzimar e Eliete estavam bebendo em um bar próximo de casa. Eles voltaram para casa, onde discutiram. 

O suspeito teria pego uma faca e golpeado a vítima 22 vezes. Em seguida ele tentou tirar a própria vida, ao cortar o pescoço. Ele foi socorrido até a Santa Casa, onde foi atendido e liberado. Em seguida foi preso pela Polícia Militar.