TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
quarta, 29 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Polícia

Família do crime: esposa de serial killer tem prisão preventiva decretada

Roselaine era monitorada por uma tornozeleira eletrônica

25 maio 2020 - 16h04Por Dany Nascimento

Roselaine Tavares Gonçalves, 40 anos, suspeita de ajudar a matar José Leonel Ferreira dos Santos, 61 anos, no dia 2 de maio, em Campo Grande, foi presa na manhã desta segunda-feira (25), no bairro Vila Planalto, em Campo Grande.

Ela teve a prisão preventiva decretada pelo Juiz da 2ª vara do Tribunal do Júri. Roselaine estava sendo monitorada por uma tornozeleira eletrônica.

José Leonel foi assassinado com um golpe de barra de ferro na cabeça. Os suspeitos de cometer o crime, foram presos por policiais da DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios). Os policiais prenderam mãe e filha, Roselaine, e Yasmin Natasha Gonçalves Carvalho, 19 anos, em flagrante. Elas são acusadas de ajudar o patriarca da família, Cleber de Souza Carvalho, 43 anos, a matar a vítima e enterrá-la no quintal.

Cleber também foi preso e confessou ser autor de outras sete mortes na cidade. Todos os corpos foram encontrados enterrados em várias regiões da cidade. Segundo a polícia, a morte de Leonel foi motivada pelo desejo de uma família de se apossar da casa que era do idoso, no Bairro Vila Nasser, em Campo Grande.   

Por enquanto, mãe e filha assumiram apenas participação na morte de Leonel.