Menu
sábado, 19 de setembro de 2020
Polícia

Golpe do cartão preso no caixa eletrônico
faz outra vítima em Campo Grande

Um do casos aconteceu foi no Banco do Brasil e outro na agência do Santander

03 junho 2019 - 11h00Por Maressa Mendonça

Idoso de 78 anos foi vítima de um golpe no domingo (2) e teve mais de R$ 10 mil de prejuízo após o cartão de crédito dele ficar preso no caixa eletrônico de agência do Banco Santander no centro de Campo Grande. Este é o segundo caso do tipo registrado na Polícia Civil. Pouco antes, outro homem perdeu R$ 20 mil após cair no mesmo golpe. O caso aconteceu em uma agência do Banco do Brasil. 

À polícia, o idoso contou que chegou até a agência por volta das 9h para realizar um saque e não conseguiu retirar o cartão. Ele ligou para o telefone fornecido pelo banco e solicitou o cancelamento. A funcionária confirmou a solicitação, mas, nesta segunda-feira (3) ele descobriu saques e débitos na conta e em parte do limite do cartão. O prejuízo foi de R$ 10,6 mil. O caso foi registrado como furto e ainda será investigado. 

Outro caso semelhante foi registrado também no domingo.  Desta vez na agência bancária do Banco do Brasil da Rua Maracaju. O cartão de crédito de um dos clientes ficou preso no caixa eletrônico e ele acabou perdendo R$ 20 mil. Um casal que teria parado para ajudar é suspeito de ter participado do golpe. O caso ocorreu por volta das 10h30 e também está sendo investigado. 

Leia Também

Apresentador da Record denuncia intolerância religiosa em carro de app: 'evangélico'
Geral
Apresentador da Record denuncia intolerância religiosa em carro de app: 'evangélico'
Motorista da Uber furta calça jeans, confessa crime no Stº Antônio, mas nada de devolver
Cidade Morena
Motorista da Uber furta calça jeans, confessa crime no Stº Antônio, mas nada de devolver
Chuva não chega em Corumbá, mas na Bolívia tem até temporal e nevasca
Interior
Chuva não chega em Corumbá, mas na Bolívia tem até temporal e nevasca
Após seis dias, Dourados volta a ter mortes por covid-19
Interior
Após seis dias, Dourados volta a ter mortes por covid-19