(67) 99826-0686

Grupo especializado em roubos e sequestros é preso na Capital

Eles recebiam ordens de dois detentos

1 AGO 2019
Maressa Mendonça
12h11min
Grupo está envolvido em vários roubos e sequestros Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um grupo especializado em roubo de veículos mediante sequestro das vítimas está sob a mira de policiais da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furto de Veículos (Defurv). Alguns integrantes foram presos e outros ainda estão sendo procurados. Eles recebiam ordens de detentos. 

Conforme as informações divulgadas pela Polícia Civil, as ações tiveram início no dia 25 de junho, quando uma caminhonete Toyota Hilux foi roubada no bairro Coophatrabalho e a vítima mantida em cárcere por diversas horas.

O veículo foi recuperado e o motorista de aplicativo Leandro Silva, de 22 anos, acabou preso no dia 4 de julho. Poucos dias depois ocorreu a prisão de Fernanda Tomé de Oliveira, de 23 anos, por tráfico de drogas e ficou constatada a participação dela na vigilância da vítima durante o sequestro. 

As investigações continuaram e os crimes da quadrilha também. Entre os dias 16 e 26 de julho foram roubados outros quatro veículos pelo grupo:  Ford Fiesta; Ford Ka; Hyundai Creta, e Chevrolet Prisma. 

O modus operandi do grupo era assim: eles ameaçavam as vítimas com arma e as mantinham presas até que o carro roubado chegasse na Bolívia. 

Jhonathan Dulmonte da Silva, de 22 anos, foi preso em flagrante pela PRF no dia 26 de julho enquanto conduzia o Prisma. 

As investigações levaram aos nomes de Gislaine Chevalier Ribeiro de Almeida, de 32 anos, Ricardo José dos Santos, de 40 anos, e Jhonathan Fermino da Silva, de 20 anos, como integrantes da quadrilha. 

Eles foram presos na quinta-feira (31) juntamente com  Jessyka Midyan Delgado Manoel, de 27 anos, que também faz parte da quadrilha. 

A prisão deles ocorreu após um flagrante feito pela PM em que Michael Vera Cruz de Almeida, de 30 anos, e Ronaldo de Andrade Costa, de 23 anos, foram detidos e Abraão Ferrarezi Lima, de 18 anos, e Davi Vitor Mendes, de 21 anos, acabaram morrendo em confronto policial. Eles tinham roubado um RAV4,no Bairro Santa Fé.

Cada um dos integrantes do grupo tinha uma função específica para dificultar a identificação policial. 

Uma Coletiva de Imprensa será realizada às 14h desta quinta-feira (1º), na Delegacia Geral da Polícia Civil, onde serão divulgados detalhes sobre o modo de agir do grupo. 

Veja também