TJMS - novembro
tce novembro
Menu
Busca quinta, 21 de novembro de 2019
Polícia

Homem é identificado após dar golpes em 'município inteiro' e Capital de MS

Suspeito teria cometido inúmeros estelionatos, mas foi liberado após prestar depoimento junto à esposa

26 junho 2019 - 19h28Por Redação

OSetor de Investigações Gerais (SIG) de Três Lagoas, a 326 km de Campo Grande, foi preso por estelionato após diversos golpesemitiu informações sobre um homem que estaria praticando golpes no município e na Capital de Mato Grosso do Sul.

De acordo com o gerente de uma revendedora da Hyundai do município, o suspeito de 40 anos é vendedor de consórcio da empresa, estaria oferecendo às vítimas cotas de consórcio contempladas, que não existiam e fechando negócios nesse sentido.

Durante as investigações, foi confirmado que o suspeito, de posse de documentos falsos, tentou adquirir em uma loja da região central da cidade um aparelho celular. Os documentos utilizados para a compra estavam em nome de Juan José Repucci.

A partir disto, foram realizadas análise pelo sistema e foi constatado que o suspeito possui diversas passagens pela polícia, na Capital deste Estado, a maioria por estelionato, bem como, fora preso no ano de 2017, por crime de violência doméstica e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido no ano de 2017.

A partir daí, as investigações constataram que o homem, ao ser contratado, havia apresentado comprovante de endereço falso. Tal fato foi confirmado após os policiais realizarem diligência até o local onde o indivíduo declarou residir e contatarem que o imóvel nunca foi alugado para ele.

Sendo assim, ao perceber que teria sido denunciado à polícia, o suspeito entrou em contato com seus empregadores e disse que estava passando por problemas de saúde na família e que não voltaria mais a trabalhar, quando então a polícia tentou localizá-lo, mas sem êxito.

No decorrer das diligências, também foi descoberto que o suspeito estaria construindo uma casa num terreno Jardim dos Ipês IV, em Três Lagoas, cujo imóvel está em fase de acabamento e teria adquirido móveis planejados numa marcenaria e não teria pago o fornecedor.

O suspeito entrou em contato com a delegacia, dizendo que iria se apresentar por várias vezes, sendo que na última segunda-feira (24), ele foi localizado nas proximidades do SIG, no interior de um veículo VW Gol, cor branca, enquanto seu advogado comparecia para saber do que seu cliente estava sendo acusado.

Ao ser conduzido à sede do SIG, o suspeito de início negou a prática dos crimes e, durante revista no interior do veículo, foi encontrado um contrato de adesão de cartão de compras do Supermercado Thomé, em nome de André Schahin, quando então, o suspeito acabou confessando que, também fazendo se passar por tal pessoa, em nome de quem apresentou documentos, obteve cartão de compras no referido estabelecimento e ali efetuou compras no valor de R$ 750,00, confessando também que efetuou compras em nome de Juan Repucci.

No interior do veículo do suspeito, bem como em sua residência, foram apreendidos contratos de consórcios de cotas contempladas, tendo ele como vendedor, cujos adquirentes caíram em golpes de estelionato, sendo que os valores parciais recebidos pelo suspeito no ato da negociação, eram depositados na conta da esposa dele.

Ao que tudo indica, o suspeito também teria praticado tal golpe em cidades da região, como Aparecida do Taboado e até no interior do Estado de São Paulo.

Por não se tratar de prisão em flagrante, o suspeito e sua esposa, foram interrogados e liberados para responder em liberdade por crimes de estelionato e uso de documento falso.

A empresa de revenda de veículos da cidade e pessoas em nome de quem o suspeito utilizava os documentos para a prática de estelionato não teriam qualquer envolvimento nos crimes investigados.

Denúncias

As denúncias poderão ser realizadas através dos telefones (67) 3929.1173 ou (67) 3521.4984.