TJMS AGOSTO
Menu
Busca segunda, 03 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Polícia

Assassino de pai e filho diz que foi agredido: 'vieram bater na minha cara'

"Faltou pai e mãe darem uma atenção ali", disse o acusado

18 setembro 2019 - 10h15Por Redação/Dourados News

Rafael Ferreira Ponce, 29 anos, preso na tarde ontem (18), no distrito de Panambi, acusado pelo duplo assassinato de Miguel Vieira, 39 anos, e Bryan Gabriel Vaz Vieira, 17 anos, pai e filho, disse que cometeu os crimes devido ao fato de ter sido agredido pelos dois.

“Faltou pai e mãe darem uma atenção ali. Vieram bater na minha cara. Então eu não aceito essa situação”, disse o acusado quando foi conduzido pelos policiais do SIG (Serviços de Investigações Gerais) ao 1°Distrito Policial.

Rafael ainda deu detalhes da dinâmica do crime: afirmou que matou, a pauladas, primeiro o pai e depois o filho e em seguida queimou os corpos.

O acusado disse que Bryan teria puxado uma faca na tentativa de agredi-lo, o que “deu muita raiva” e motivou as ações. Outra alegação é que pai e filho “arregaçaram” a residência onde ele mora e ainda teriam o deixado com “olho roxo”. Questionado sobre arrependimento por ter cometido os assassinatos, ele diz: “vou pensar”.

De acordo com o delegado do SIG, Rodolfo Daltro, o jovem foi preso quando tentava buscar refúgio na casa de populares no distrito do Panambi. Inicialmente, ele relatou à polícia sobre agressões por parte das vítimas fatais. Ele foi interrogado na e preso em flagrante pelas mortes de pai e filho.

Leia Também

Depois de seis dias 'abatido', Delcídio tem alta da 'covidengue' em Campo Grande
Cidade Morena
Depois de seis dias 'abatido', Delcídio tem alta da 'covidengue' em Campo Grande
FIQUE ATENTO: consumidores com contas de energia atrasadas podem ter a luz cortada
Cidades
FIQUE ATENTO: consumidores com contas de energia atrasadas podem ter a luz cortada
SANCIONA JÁ! Profissionais de Saúde fazem campanha por adicional contra covid
Cidade Morena
SANCIONA JÁ! Profissionais de Saúde fazem campanha por adicional contra covid
TRISTE REALIDADE: Brasil tem 561 mortes em 24 horas e segue rumo aos 100 mil óbitos
Geral
TRISTE REALIDADE: Brasil tem 561 mortes em 24 horas e segue rumo aos 100 mil óbitos