Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
Polícia

Filho de PM estava indo buscar irmãos na escola quando foi assassinado a tiros de fuzil

Ele foi atacado por ocupantes de um carro sedan de cor preta, que realizaram vários disparos contra o rapaz

10 abril 2019 - 09h15Por Anna Gomes

O universitário Matheus Xavier, 20 anos, que foi morto com vários disparos de fuzil, estava na caminhonete do pai para buscar os irmãos na escola. Ele acabou assassinado, supostamente por engano, no começo da noite desta terça-feira (9), no Jardim Bela Vista, em Campo Grande.

De acordo com a Polícia Civil, Matheus foi retirar a caminhonete, uma S-10, que pertence ao pai, da garagem. Ao manobrar o veículo, ele foi atacado por ocupantes de um carro sedan de cor preta, que realizaram vários disparos de fuzil contra o rapaz.

Matheus era filho do policial militar Paulo Xavier, que já chegou a ser preso pelo menos duas vezes por envolvimento na máfia da Jogatina. O PM teria relatado para a polícia que o atentado seria para ele e não para o filho.

Conforme os relatos da PM que estão no histórico da ocorrência, todos os dias Paulo vai buscar os filhos na escola no mesmo horário e sempre dirigindo a caminhonete. Por acaso, na noite de ontem, quem iria seria Matheus, que acabou sendo assassinado.

(Matheus foi fuzilado)

Paulo também ressalta que a casa da família possui câmeras de segurança, mas elas foram desligadas depois do imóvel passar por uma reforma há pouco tempo. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, mas foi encaminhado para a DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios).

A caminhonete fuzilada ficou no pátio do Garras (Delegacia Repressão de Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros) por motivos de segurança, conforme o delegado Fábio Peró.

O PM ainda tentou levar o filho para receber atendimento na Santa Casa, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Leia Também

Após confusão com bolsonaristas, prefeito de Rio Verde paga R$ 15 mil de fiança e sai da cadeia
Interior
Após confusão com bolsonaristas, prefeito de Rio Verde paga R$ 15 mil de fiança e sai da cadeia
Chove ou não chove? Previsão aponta que hoje tem em MS!
Cidades
Chove ou não chove? Previsão aponta que hoje tem em MS!
Depois de anos, fome chega com mais intensidade em MS
Cidades
Depois de anos, fome chega com mais intensidade em MS
Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Polícia
Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas