Menu
domingo, 29 de maio de 2022 Campo Grande/MS
TOP MIDIA INSTITUCIONAL SUPER BANNER
Polícia

Jovem se entrega e diz que matou mulher à pedrada para se defender no Zé Pereira

Um outro envolvido também se apresentou à Polícia Civil nesta quinta-feira

20 janeiro 2022 - 14h51Por Thiago de Souza e Vinícius Squinelo

Dois envolvidos no apedrejamento e morte de Edvani Cardoso dos Santos, 44 anos, no dia 17 de janeiro, no bairro Zé Pereira, se apresentaram à polícia, na tarde desta quinta-feira (20), em Campo Grande. O advogado deles fala em legítima defesa.   

Segundo o defensor, Thie Arduin, que levou os dois com os rostos cobertos até a 7ª Delegacia de Polícia, o suspeito que tem 21 anos confessou ter agredido a vítima, apenas para se defender. O outro envolvido, diz a defesa, não agrediu Edvani. 

‘’Houve discussão e briga entre eles. Meu cliente agrediu a mulher para repelir uma injusta agressão, já que ela estava com um caco de vidro na mão’’, detalhou o Arduin. 

Thie complementa que o suspeito sofreu cortes no braço, devido às agressões de Edvani e que tem o registro desses ferimentos. Ele desconhece o fato de suspeitos e vítima serem usuários de drogas. 

‘’Ele não teve intenção de matar a vítima, apenas se defender’’, acrescentou o advogado. 

Os dois suspeitos vão prestar depoimento.  

Rua onde mulher foi morta à pedrada

Rua onde mulher morreu com pedrada na cabeça. (Foto: Silas Lima)

Crime

Edvani passava pela rua Lico Barcelos, na noite de 17 de janeiro, quando se encontrou com os dois suspeitos. Eles discutiram e a vítima foi agredida com alguns objetos e  morta com uma pedrada na cabeça. 

Um morador viu quando um dos suspeitos atirou a pedra na cabeça de Edvani. Ele disse que gritou com os agressores, que saíram correndo. Uma câmera de segurança da região teria flagrado o momento do assassinato. 

 
Assassino que matou mulher brutalmente a pedradas se entrega

Assassino que matou mulher brutalmente a pedradas se entrega

Posted by TopMídia News on Thursday, January 20, 2022