TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Polícia

Justiça aceita pedido da DEAM e evita que assassino de Silvana fosse solto em Campo Grande

Criminoso confesso matou garota de programa com uma barra de ferro no Los Angeles

22 setembro 2021 - 20h44Por Thiago de Souza

Pedreiro de 28 anos, assassino confesso da garota de programa, Silvana Domingos dos Santos, 31 anos, teve a prisão temporária convertida em preventiva, pela Justiça, nesta quarta-feira (22). O pedido foi da Delegacia de Atendimento à Mulher e evitou que o criminoso fosse solto. 

O suspeito já estava preso em uma das celas da DEAM, mas como estava encarcerado por causa de uma prisão temporária de 30 dias, ele poderia ser solto, já no próximo dia 27 de setembro (dia da prisão inicial, em 27 de agosto). Já a prisão preventiva não tem prazo para terminar. 

''Se o juiz tivesse atrasado essa preventiva, então daria os 30 dias e teria que soltá-lo. Mas foi dentro dos 30 dias, foi tranquilo e ele cumpriu aqui mesmo'', disse a delegada Suely Araújo.

Caso não consiga uma decisão de um juiz de primeira instância ou desembargador do TJMS, o criminoso confesso vai continuar atrás das grades. Segundo Suely, ele aguarda abertura de uma vaga no sistema penitenciário. 

O crime

No dia 17 de agosto deste ano, o pedreiro contratou os serviços sexuais de Silvana e chegou a ir até a casa dela, no Los Angeles, para fazer o sexo. No entanto, ficou irritado porque a vítima não estava sozinha e foi embora. 

O suspeito conversou novamente com Silvana por aplicativo de mensagem e voltou à residência. Dessa vez ela estava sozinha. A relação sexual, diz o criminoso, foi combinada com duração de uma hora, ao preço de R$ 100. Porém, ele alegou que os dois ficaram juntos somente por 30 minutos e pediu metade do valor de volta. Silvana teria se recusado, diz a versão do agressor. 

Cliente e garota de programa discutiram, quando o suspeito foi até os fundos da residência e pegou uma barra de ferro e atingiu Silvana. Ela morreu no local.