Menu
terça, 09 de março de 2021
Polícia

Justiça determina que adolescente de 13 anos que assaltou família no Tarumã seja internado

Ele estava armado com uma garrucha, efetuou dois disparos e apontou arma para cabeça de umas das vítimas

04 fevereiro 2019 - 14h24Por Nathalia Pelzl

O adolescente de 13 anos apreendido após assaltar quatro pessoas de uma mesma família, no bairro Jardim Tarumã, passou por audiência de custódia no Fórum de Campo Grande, na manhã desta segunda-feira (4), e teve sua apreensão convertida em internação provisória.  Ele estava armado com uma garrucha, efetuou dois disparos, mas ninguém ficou ferido.

Segundo o delegado José Roberto de Oliveira Junior, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, o menor estava acompanhado de outro adolescente de 16 anos, que não foi encontrado.

Os familiares, com idade entre 45 e 58 anos, estavam conversando em frente a uma residência na Rua Verde Louro quando foram abordados pelos adolescentes. A dupla anunciou o assalto, mas os familiares resistiram e se negaram a entregar os pertences.

Como estava armado com a garrucha, o adolescente de 13 anos efetuou um disparo para cima e apontou a arma para a cabeça de uma das vítimas. Os infratores conseguiram levar um celular e R$ 70.

Como estavam de bicicleta, os adolescentes conseguiram fugir, no entanto, as vítimas acionaram outros familiares, que encontraram a dupla na Rua Lúcia dos Santos, no bairro Lageado.

Acuado, ao perceber que havia sido localizado, o adolescente efetuou o segundo disparo contra os homens, que se abaixaram e conseguiram desarmar o infrator.

O pai do menino foi acionado e, na delegacia, confirmou que o filho estava causando problemas na família por ser usuário de droga. Segundo ele, a arma utilizada no crime era do filho, mas afirmou não saber como ele a havia comprado.

O adolescente de 13 anos acabou apreendido, já o outro envolvido, de 16 anos, fugiu com o celular roubado e o dinheiro.