Menu
quinta, 24 de setembro de 2020
Polícia

Líder do PCC é preso na fronteira com o Paraguai após dias de perseguição

Comparsa de facção criminosa foi morto pela polícia na terça-feira (5)

08 março 2019 - 15h46Por Redação

A Polícia do Paraguai prendeu na madrugada desta sexta-feira (8) o brasileiro Thiago Gimenez, conhecido como Matrix, suspeito de integrar o grupo criminoso Primeiro Comando da Capital (PCC). A prisão aconteceu no distrito de Villa Ygatimí, no departamento de Canindeyú, próximo a fronteira brasileira com o Mato Grosso do Sul.

Conforme a página Rádio Cultura Foz, Gimenez foi encontrado a cerca de um quilômetro de distância de onde estava o foragido Reinaldo de Araújo, morto pela polícia no dia 5 de março, e também considerado um dos líderes do PCC no país.

O ministro do Interior do Paraguai, Juan Ernesto Villamayor, confirmou a prisão e informou que a extradição será analisada pelo presidente Mario Abdo Benitez, a exemplo de outros criminosos brasileiros presos no país.

Leia Também

Relator da PEC da 2ª instância, Fábio Trad lamenta: 'não há articulação para aprovar o texto'
Política
Relator da PEC da 2ª instância, Fábio Trad lamenta: 'não há articulação para aprovar o texto'
Obstetra envolvida em morte de Sheyza dá caminhão como fiança e fica solta
Interior
Obstetra envolvida em morte de Sheyza dá caminhão como fiança e fica solta
Baleado na mão e no tórax, vítima do falso frete segue estável em UPA
Cidade Morena
Baleado na mão e no tórax, vítima do falso frete segue estável em UPA
Usuário de drogas é morto com tiro no pescoço no Itamaracá
Polícia
Usuário de drogas é morto com tiro no pescoço no Itamaracá