TCE Novembro
Menu
segunda, 29 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Polícia

Maníaco aborda adolescentes e se masturba em frente a escola de MS

De carro, ele se aproxima das garotas como se fosse pedir uma informação e pratica o crime

23 agosto 2018 - 08h37Por Anna Gomes

Um homem ainda não identificado estaria causando pânico entre adolescentes e os pais das menores, na cidade de Paranaíba, município distante aproximadamente 410 quilômetros de Campo Grande. O suspeito finge pedir informações e, quando as vítimas se aproximam, percebe que ele está se masturbando dentro de um carro.

Conforme o site JP News, uma menor de 16 anos contou como foi abordada pelo abusador. A adolescente saía da escola e seguia para sua casa quando o suspeito parou seu veículo.

“Eu estava indo para casa, por volta 11h30, quando um homem gordo e aparentemente baixo parou o carro, tipo um Corolla, de cor meio grafite, próximo a mim e pediu uma informação. Ele perguntou se eu morava por perto, eu disse que sim, daí ele perguntou se eu conhecia uma cabeleireira de noivas por ali”, contou.

Ainda segundo a adolescente, ao afirmar que não sabia da tal cabeleireira, de uma certa distância do carro, o maníaco pediu para que ela se aproximasse, como quem não estivesse ouvindo bem. Foi quando percebeu que o homem se masturbava dentro do veículo.

“Após eu responder que não sabia, ele pediu para eu me aproximar. Quando cheguei mais perto percebi que ele estava se masturbando. Ele estava até ofegante no momento”, afirmou. Ao notar a ação do maníaco, a adolescente entrou em pânico e fugiu do local.

“Fui afastando do carro e andando acelerando os passos, enquanto olhava para trás. Eu fiquei muito assustada. Cheguei em casa e falei com a minha mãe”, disse.

Em sua rede social, a garota fez um desabafo e um alerta a pais e mães. “Agora pensa uma criança inocente, se chegasse mais perto, o que será que não ia acontecer. Peço para vocês mães, não deixem seus filhos, sobrinhos desacompanhados, mesmo se morarem perto da escola. Fiquem alertas”, escreveu.

Logo após a postagem, outras garotas relataram que passaram pela mesma situação.

“Topei com ele, mas não dei moral. Ele 'tava' com cara de safado, ele perguntou a mesma coisa e eu falei não, mas falei e saí andando, ele foi embora. Esses caras sem futuro’’, afirmou uma das internautas.

A família irá registrar um boletim de ocorrência.