GOV AGEMS
Menu
quarta, 08 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Polícia

Em três anos, casos de estupro aumentaram mais de 20% em MS

MS fica atrás apenas de grandes metrópoles que, consequentemente, o aumento da população é absurdamente maior

22 setembro 2018 - 18h10Por Anna Gomes

Mato Grosso do Sul está entre os dez estados do Brasil com mais altos índices de estupros registrados. Segundo o anuário brasileiro de segurança pública, MS fica atrás apenas de grandes metrópoles que, consequentemente, possui população muito maior.

Segundo o relatório, de 2014 a 2017, pelo menos 1.792 pessoas foram vítimas de estupradores em Mato Grosso do Sul, totalizando um aumento de 22,4%. Um número considerado altíssimo em relação aos outros estados do Brasil.

Se for comparar, MS só fica atrás de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Pará e Goiás. Ou seja, dos 26 estados e o Distrito Federal, Mato Grosso do Sul está praticamente entre os dez que mais estupram mulheres em todo país.

Segundo a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul), de janeiro até os primeiros dias de setembro deste ano, o número de casos de estupros parece não ter fim. Apesar de toda campanha contra esse tipo de crime, MS continua com uma taxa altíssima, totalizando, até o momento, quase mil e duzentos estupros, em menos de nove meses.

Os números acima foram os estupros confirmados, sem contar os que ainda estão ‘camuflados’ seja por medo ou por vergonha da vítima de ir até a delegacia denunciar os crimes. Casos de agressão sexual e psicológica, apesar de brutais e injustificáveis, são frequentes no Brasil e tornam o país um local perigoso para mulheres.