(67) 99826-0686

Médico é executado com mais de 10 tiros em saída de plantão

Vítima morreu antes da chegada do socorro

11 JUN 2019
Luis Abraham
15h45min
Foto: Reprodução/Ponta Porã Infoma

O médico José Centurion foi morto a tiros na tarde desta terça-feira (11), em Pedro Juan Caballero, fronteira com Ponta Porã.

De acordo com informações do Porã News, o demartologista e cirurgião plástico estava saindo do plantão no Instituto Prevision Social. Ele conduzia um veículo Kia Sorento de cor branca quando foi interceptado por uma dupla em uma motocicleta nas imediações do órgão previdenciário.

O algoz, que estava na garupa, disparou entre 10 e 15 tiros de pistola 9mm contra o vidro do carro de Centurion e os dois fugiram tomando rumo ignorado. A vítima morreu antes da chegada do socorro e a polícia está no local para os procedimentos legais.

Os investigadores da Divisão de Homicídios e da Polícia Técnica, apoiados pelo promotor de justiça Marcos Amarilla e pelo médico legista Cesar Gonzalez, realizaram os procedimentos de rigor e encaminharam o corpo do médico ao IML da cidade para um estudo detalhado e, posteriormente, entregar o corpo aos familiares.

A polícia recolheu imagens de câmeras de segurança que podem a elucidar a identificação do autor, que segundo a reportagem do site da fronteira, ficou esperando durante horas José sair do plantão. Bastante querido e conhecido na região, o médico é casado e tem filhos, dentre os quais, o cantor Matheus Pagan.

(Foto: reprodução/Porã News)

A direção de Policia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero recebeu duras criticas em razão deste ser o sétimo homicídio só no mês de junho na cidade. O reforço policial vindo da capital Asunción se concentra somente na entrada da cidade, deixando os bairros desguarnecidos, medida que beneficia a ação de pistoleiros do crime organizado e do narcotráfico que atua na região de fronteira com o estado de Mato Grosso do Sul.

Veja também