Menu
terça, 22 de setembro de 2020
Polícia

Em 2018, 17 mil trotes atrapalharam salvamento de pessoas em perigo em MS

Agentes da Policia Civil, Militar, Corpo de Bombeiros e Samu ainda são alvos de 'brincadeiras' por telefones

21 fevereiro 2019 - 19h00Por Dany Nascimento

Enquanto muitos ‘engraçadinhos’ ficam gargalhando ao passar trotes para a Policia Civil, Militar, Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), situações de urgência deixam de chegar até às autoridades e a ocupação da linha telefônica pode até mesmo deixar de salvar uma vida.

De acordo com a Sejusp (Secretaria de Desburocratização e de Justiça e Segurança Pública do Mato Grosso do Sul), em 2018, foram registrados 17.188 trotes no Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança). Para quem não sabe, passar trote é considerado crime e gera detenção de até seis meses.

De acordo com o artigo 340 do Código Penal, ao ser identificado, o autor é enquadrado por “falsa comunicação de crime ou de contravenção, cuja pena é detenção de um a seis meses ou multa”.

Conforme a Sejusp, com as tecnologias de identificação de chamadas hoje em dia é muito mais fácil verificar um trote. É importante que todo cidadão seja orientado em casa sobre os problemas que um trote pode oferecer. Mas não é crime apenas passar trote para serviços oferecidos para a população, passar trote para um cidadão comum também configura crime.

Em 2010, um cidadão foi condenado pela Justiça para pagar indenização após ligar 80 vezes para um idoso.

Leia Também

Estudo diz que dengue pode fornecer imunidade contra a covid-19
Saúde
Estudo diz que dengue pode fornecer imunidade contra a covid-19
Mais um! Jovem é multado em R$ 11 mil por vender cobras exóticas em Franca
Geral
Mais um! Jovem é multado em R$ 11 mil por vender cobras exóticas em Franca
Perto dos 65 mil infectados, MS tem 1.191 mortes por coronavírus
CORONAVÍRUS
Perto dos 65 mil infectados, MS tem 1.191 mortes por coronavírus
PM acaba com festa 'pancadão' e apreende aparelho de som
Interior
PM acaba com festa 'pancadão' e apreende aparelho de som