Menu
domingo, 27 de setembro de 2020
Polícia

Mulher encontrada morta em riacho segue sem identificação

Avançado estado de decomposição dificultou a identificação da vítima

05 fevereiro 2019 - 09h09Por Anna Gomes

O avançado estado de decomposição está dificultando a identificação do cadáver localizado no último domingo (3), em um riacho, localizado no bairro Nova Lima, região norte de Campo Grande. Conforme o delegado Sérgio Luiz Duarte, da 2ª Delegacia de Polícia Civil da Capital, as investigações a estão a todo vapor.

“Os laudos devem ficar prontos em dez dias e não podemos informar, de forma precisa, qual a causa exata da morte devido ao avançado estado de putrefação. Estamos realizando outros levantamentos também, verificando os boletins de ocorrência de desaparecidos. A princípio, só conseguimos adiantar que o corpo encontrado é de uma mulher que parece ser jovem”, ressalta o delegado.

Caso                  

O corpo de uma mulher de aproximadamente 25 anos foi encontrado em estado de decomposição em um riacho, a 15 quilômetros da estrada principal, da Rua Elias Catan.

O cadáver foi encontrado por moradores que tomavam banho no local. Eles informaram que viram algo boiando e acharam que fosse um travesseiro. Ao se aproximarem, perceberam que era uma pessoa e acionaram equipes do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

A vítima possui uma tatuagem nas costas, na parte do ombro direito. No local não havia documentos para identificação.  

Leia Também

Brasil registra mais 335 mortes ligadas à covid-19
CORONAVÍRUS
Brasil registra mais 335 mortes ligadas à covid-19
Setembro Amarelo: MS conta com ações de divulgação do CVV e apoio para famílias em luto
Saúde
Setembro Amarelo: MS conta com ações de divulgação do CVV e apoio para famílias em luto
Criança cai no rio e desaparece na Barra do São Lourenço em Corumbá
Interior
Criança cai no rio e desaparece na Barra do São Lourenço em Corumbá
No "novo normal", tradição de Cosme e Damião se mantém em Corumbá
Interior
No "novo normal", tradição de Cosme e Damião se mantém em Corumbá