Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
Polícia

Pitbull é baleado com três tiros e abandonado em estado grave

Animal estava jogado na rua e uma das balas está alojada perto da coluna. Da raça pitbull, o cão terá que passar por cirurgia

22 fevereiro 2019 - 09h11Por Da redação / Meia Hora

Uma simples ida à padaria, na manhã desta quarta-feira, ajudou a salvar a vida de um pitbull baleado com três tiros em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, na madrugada de ontem. O animal foi encontrado por Rodrigo Lopes, que o socorreu. Guerreiro, como está sendo chamado, está na Clínica Veterinária Tododoy, no Centro de Belford Roxo, também na Baixada Fluminense.

Os veterinários aguardam exames para operá-lo e retirar as balas, uma está próximo à coluna. Antes, porém, o cão foi levado para o Instituto Apaixonado Por Quatro Patas, mas precisou ser transferido para uma unidade especializada no caso. O animal estava na divisa dos bairros Pitoresco com Jardim Pernambuco.

"Saí para comprar pão, e me deparei com o cachorro baleado jogado em frente a minha casa com muita dor. Não aguentei vê-lo assim, e o levei ao veterinário. Parecia que tinha passado a noite ali ferido. Ele estava cansado e deve ter ficado ali muito tempo sem beber água porque a saliva dele estava grossa. Eu e meus amigos arrumamos um carro e o levamos para a veterinária mais próxima", contou Rodrigo.

Ele publicou a história nas redes sociais, e está fazendo uma vaquinha para que possa pagar as despesas do tratamento nas duas clínicas. Segundo Rodrigo, a cirurgia será de graça, mas vai preciso pagar o tratamento pós-operatório, além do atendimento na primeira clínica. "Não tenho condições de arcar com todos os custos", explicou Rodrigo, que deu o nome de Guerreiro ao pitbull, e explicou por quê. "Ele é forte e está lutando pela vida. É um guerreiro mesmo", disse ele.

A veterinária da Tododoy Roberta Rose Rocha Reis contou que está otimista em relação à vida de Guerreiro. Segundo ela, o cão está se mexendo e a temperatura corporal do cão está normal. "O controle da temperatura é um bom indicativo de que não há hemorragia e que ele, aparentemente, está bem. Estamos aguardando resultados dos exames para poder operá-lo com segurança. A posição do projétil perto da vértebra nos preocupa, mas estamos bem otimista porque ele está se movimentando", explicou ela.

Roberta disse que o pitbull aparenta ter, no máximo, 3 anos. "Ele é um animal forte, parece sadio e isso o ajudou a aguentar até agora. Graças a Deus está estável", disse Roberta. Rodrigo, que tem cachorro, ainda não sabe se vai ficar com Guerreiro ou se ele será colocado para adoção. "No momento, estamos preocupado apenas com a vida dele. Não decidimos nada sobre com quem ele ficará", contou Rodrigo. Ainda não há pistas sobre quem atirou no cachorro.

Leia Também

Tio leva pauladas na cabeça após questionar sobre esteira quebrada em residência
Polícia
Tio leva pauladas na cabeça após questionar sobre esteira quebrada em residência
VÍDEO: chuvisco cai na manhã deste domingo, mas 'nem molha o chão' no Los Angeles
Cidade Morena
VÍDEO: chuvisco cai na manhã deste domingo, mas 'nem molha o chão' no Los Angeles
Mijo no muro, uso de drogas e algazarra fazem inferno no Serra Azul
Cidade Morena
Mijo no muro, uso de drogas e algazarra fazem inferno no Serra Azul
Tá quase em CG: chuva chegou em Dourados e amenizou calor e temperatura caiu 14°C
Interior
Tá quase em CG: chuva chegou em Dourados e amenizou calor e temperatura caiu 14°C