tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Polícia

PM resgata crianças e bebê abandonados em casa com ratos e baratas

Mãe é suspeita de espancar filhos, que pediam comida para vizinhos

06 dezembro 2021 - 10h36Por Rayani Santa Cruz

A Polícia Militar resgatou duas crianças de 10 e 4  anos e um bebê de 1 ano e 10 meses, na madrugada desta segunda-feira (6). Eles estavam em situação de abandono, em meio a ratos e baratas, em uma casa na cidade de Bonito.

A mãe deles, de 25 anos, havia deixado os três em local sem condições de higiene, com restos de comida estragada, bitucas de cigarro e latas de cerveja espalhadas.

Segundo o portal Bonito Mais, a mulher vai responder por abandono de incapaz por deixar os três filhos nessas condições, insalubre.

A PM flagrou os menores abandonados, em uma residência da Vila Donária, em Bonito.

Denúncias

A Policia Militar foi acionada por  moradores da região que estavam indignados com a situação. Ao chegar ao local, a equipe foi recebida pela tia das crianças, que indicou o imóvel onde os três estavam dormindo.

Na residência, os policiais sentiram um mau cheiro e avistaram garrafas de bebida, bitucas de cigarro, lixo doméstico e panelas com restos de comida estragada. Baratas e ratos foram vistos andando por todo o local.

As crianças foram localizadas dormindo em um dos quartos e segundo registro policial, pareciam não estar alimentadas.

Testemunhas relataram que a situação é frequente e que, às vezes, as crianças fogem para pedir comida aos vizinhos, porém quando retornam para casa, são espancadas pela mãe. O bebê, inclusive, apresentava hematomas nas costas.

O Conselho Tutelar foi acionado e as crianças foram entregues para a tia até que a Justiça decida sobre a guarda dos três.

A mãe foi  localizada horas depois por outra equipe da PM que atendia ocorrência de "briga de casal", na qual a envolvida era a genitora dos menores.

A mulher foi encaminhada para a Delegacia, com um sangramento no nariz, por conta da briga com o namorado. Ela foi atuada por abandono de incapaz e vias de fato, depois liberada.