(67) 99826-0686

Sobrinho que matou tia com 24 facadas vai responder processo na cadeia

No depoimento, o assassino diz que estava em um momento de raiva e reagiu porque sempre era chamado de ‘viadinho’ e de ‘bicha’

23 ABR 2019
Anna Gomes
10h32min
Foto: Reprodução Facebook

Ismael Lourival, 21 anos, que matou a tia Ivelin Aparecida Alves dos Santos, de 46 anos, passou por uma audiência de custódia nesta segunda-feira (22), teve a prisão preventiva decretada e segue atrás das grades, conforme informou a assessoria de imprensa do Fórum de Campo Grande.

No seu depoimento, Ismael não mudou o que havia dito na delegacia ao ser preso. O rapaz tentou se defender alegando que assassinou a mulher após constantes brigas, que já chegou a ser aliciado pela vítima e que sempre era chamado de ‘viadinho’ e de ‘bicha’.

O crime aconteceu na Vila Palmira, em Campo Grande, na última sexta-feira (19). Ainda conforme a assessoria de imprensa do Fórum da Capital, Ismael contou que quando tinha 12 anos a tia o aliciava, mostrando um vibrador e perguntando se ele queria usar o objeto.

Crime

Conforme o histórico da ocorrência, as brigas entre tio e sobrinho eram constantes. Ismael também disse que, no dia do crime, estava deitado em seu quarto quando ambos passaram a ter uma discussão.

Em determinado momento da briga, a vítima supostamente prometeu colocar veneno na comida dele, momento que o autor teria saído do quarto e, em posse de uma faca, começou a golpear a tia. Ao todo, Ivelin foi atingida por 24 facadas.

Veja também