Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
Polícia

Suspeito de matar motorista de aplicativo diz que 'não atirou mais porque só tinha duas balas'

Homem afirmou à polícia que tinha intenção de desferir mais tiros contra Rafael Baron, morto na última segunda-feira

16 maio 2019 - 11h41Por Dany Nascimento e Anna Gomes

O delegado Ricardo Meirelles Bernardinelli, da 5ª Delegacia de Polícia, afirma que o suspeito de matar o motorista de aplicativo Rafael Baron, de 24 anos, confirmou que se tivesse mais balas no revólver, tinha desferido mais tiros contra a vítima no dia do crime. Igor Cesar de Oliveira, 22 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (16), no centro de Campo Grande.

A arma utilizada no crime, um revólver calibre .38, também foi apreendido. “Ele disse que perdeu a cabeça por ciúmes. Falou que só não atirou mais vezes porque tinha só duas balas na arma. Foi feito um acordo com o advogado de defesa para que a prisão acontecesse hoje”, disse o delegado.

A polícia descarta classificar o crime como latrocínio, já que os pertences de Rafael estavam dentro do carro. “A carteira e o celular dele estavam dentro do carro, o crime é classificado como homicídio”.

Questionado sobre o porte de arma de fogo, o delegado explica que Igor não tinha autorização para ter uma arma. A chegada do suspeito na 5ª Delegacia de Polícia Civil causou grande comoção, já que um grupo de motoristas de aplicativo se reúne no local, ao lado da família da vítima.

A esposa e a cunhada de Rafael choraram ao ver o criminoso, que foi escoltado através de um cordão de segurança para não ser linchado.

Rafael foi morto na última segunda-feira (13), no Jardim Campo Nobre, em Campo Grande. Ele atendeu uma corrida através de um aplicativo do celular, pegou Igor e a esposa no UPA Leblon para levá-los até o apartamento do casal.

Enciumado, ao ver a esposa conversar com o condutor do veículo durante o trajeto, Igor pegou uma arma dentro do apartamento e efetuou dois disparos contra Rafael, que morreu no local.

Leia Também

Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Polícia
Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Cidade Morena
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Geral
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar
Entrevistas
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar