Menu
quarta, 23 de setembro de 2020
Polícia

VÍDEO: suspeito de matar motorista de aplicativo é preso e colegas pedem justiça

Os policiais tiveram que realizar um cordão de bloqueio para impedir o linchamento de Igor na delegacia

16 maio 2019 - 11h19Por Dany Nascimento e Anna Gomes

Acompanhados dos familiares de Rafael Baron, diversos motoristas de aplicativo aguardaram a chegada do suspeito de matar o jovem de 24 anos à 5ª Delegacia de Polícia Civil.

Igor Cesar de Oliveira, 22 anos, chegou em uma viatura da Polícia Civil por volta das 11h05 desta quinta-feira (16) e quase foi agredido pelos colegas de profissão de Rafael.

Os policiais tiveram que fazer um cordão de bloqueio para levar o suspeito até uma cela na delegacia. Ele é suspeito de ter assassinado o motorista de aplicativo Rafael Baron na última segunda-feira (13), no Jardim Campo Nobre, região sul de Campo Grande.

Os familiares de Rafael estão abalados e pedem justiça.  A cunhada da vítima, Karolinne Pereira da Silva, 21 anos, disse que o filho do motorista espera o pai chegar na casa todos os dias. “O filho dele tem 2 anos de idade e qualquer barulho no portão, ele acha que é o pai dele entrando”.

De acordo com Karolinne, Rafael veio do Paraná há dois anos e trabalhava como motorista de aplicativo há uma semana, quando foi assassinado.  

Polícia faz bloqueio para impedir suspeito de matar motorista de aplicativo de ser linchado from Top Mídia News on Vimeo.

Leia Também

Nova favela no Noroeste pede socorro contra pobreza: 'qualquer ajuda vale'
Cidade Morena
Nova favela no Noroeste pede socorro contra pobreza: 'qualquer ajuda vale'
Só peixe pequeno: Garras detém nove por jogo do bicho e venda irregular de Pantanal Cap
Polícia
Só peixe pequeno: Garras detém nove por jogo do bicho e venda irregular de Pantanal Cap
Pra família toda: novas academias ao ar livre ganham brinquedos para crianças
Cidade Morena
Pra família toda: novas academias ao ar livre ganham brinquedos para crianças
NA LATA: Bolsonaro manda derrubar quem falar que tem seu apoio
Na Lata
NA LATA: Bolsonaro manda derrubar quem falar que tem seu apoio