Menu
terça, 22 de setembro de 2020
Polícia

Tio de Isabela diz que ator e pais mortos eram de 'rede de pedofilia'

Tio de jovem disse que pais do ator morto queriam “corromper a menina, prometendo que ia ser artista de televisão”

11 junho 2019 - 08h34Por Da redação/Portal R7

O tio de Isabela Tibcherani, 18 anos, Joel Cupertino disse que o namorado da jovem, o ator Rafael Henrique Miguel, e os sogros delaforam mortos porque “estavam envolvidos com uma rede de pedofilia” e queriam “corromper a menina, prometendo que ia ser artista de televisão”.

De acordo com Joel, seu irmão, Paulo Cupertino Matias, matou o ator Rafael Henrique Miguel e os pais porque estavam se aproximando da menina com promessas de que ela participaria de novelas.

As declarações do homem foram dadas na manhã desta segunda-feira (10), à repórter Lilliany Nascimento, em reportagem do Cidade Alerta, da Record TV.

O pai de Isabela, Paulo, é apontado como autor do crime que vitimou o ator, famoso pelas participações em um comercial pedindo brócolis e na novela Chiquititas, e os pais dele, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50 anos, em frente a casa de Isabela, no bairro do Pedreira (zona sul de São Paulo).

De acordo com as investigações, desde a noite deste domingo, após a morte da família, o sogro de Rafael está foragido. Ele teria fugido em um Volkswagen Up da cor vermelha com a placa possivelmente clonada.

Leia Também

Bandidos mortos em confronto na fronteira tinham invadido residência em Naviraí
Polícia
Bandidos mortos em confronto na fronteira tinham invadido residência em Naviraí
Réu por feminicídio, Rômulo se cala diante de juiz e defesa pede devassa nas contas de Grazi
Cidade Morena
Réu por feminicídio, Rômulo se cala diante de juiz e defesa pede devassa nas contas de Grazi
Padrasto de menina atingida por tiro de chumbinho é considerado foragido
Polícia
Padrasto de menina atingida por tiro de chumbinho é considerado foragido
Detran-MS suspende atendimento em Ivinhema após suspeita de covid-19
Cidades
Detran-MS suspende atendimento em Ivinhema após suspeita de covid-19