Menu
quarta, 30 de setembro de 2020
Polícia

Tiroteio faz grávida em trabalho de parto esperar três horas para sair de casa

A menina de 17 anos foi levada para maternidade por familiares

30 abril 2019 - 14h31Por Da redação/Meia Hora

O que era para ser um momento feliz se tornou pesadelo para uma garota de 17 anos, moradora do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, na manhã desta terça-feira. Em trabalho de parto, ela teve que esperar por horas para conseguir ser lavada para a maternidade porque não conseguia sair em meio ao intenso tiroteio na região.

O confronto era entre policiais militares e traficantes. "Estamos com uma mulher em trabalho de parto. Ela precisa ser socorrida. Alguém ajuda. Complexo se acabando em bala", disse uma das postagens. "É muito tiro gente. Orem, rezem clamem por nós", escreveu uma moradora.

Após os apelos, a jovem conseguiu sair do Complexo do Alemão. "Graças aos Deuses ela vai ter seu bebê na maternidade sem a tensão dos tiros", disse uma moradora, que preferiu não se identificar. "Ela foi socorrida por familiares. Só assim, porque a polícia não socorreu e não queria deixar socorrer", denunciou uma moradora.

Leia Também

VÍDEO: incêndio atinge favela e moradores tentam salvar o pouco que têm no Jardim Noroeste
Cidade Morena
VÍDEO: incêndio atinge favela e moradores tentam salvar o pouco que têm no Jardim Noroeste
Ministra Tereza Cristina e ministro Salles vão visitar Pantanal no sábado
Geral
Ministra Tereza Cristina e ministro Salles vão visitar Pantanal no sábado
Mulher é presa após chamar motorista de aplicativo de "gordo, preto e fedido”
Interior
Mulher é presa após chamar motorista de aplicativo de "gordo, preto e fedido”
Prefeitura garante R$ 70 mil em prêmios no Nota Premiada Campo Grande
Cidade Morena
Prefeitura garante R$ 70 mil em prêmios no Nota Premiada Campo Grande