TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sexta, 03 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Política

Reinaldo pede investigação de denúncias, mas diz que não vai condenar Odilon 'precocemente'

O candidato disse que o juiz aposentado já fez julgamentos deste tipo com outras pessoas e acredita que as denúncias devem ser investigadas

30 agosto 2018 - 09h43Por Dany Nascimento e Rodson Willyans

Candidato à reeleição, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) comentou as denúncias feitas pelo ex-assessor do candidato do PDT, Odilon de Oliveira, Jedeão  Oliveira. Apesar das críticas, ele destaca que não vai agir como o juiz aposentado já teria feito.

“É uma rotina de qualquer cidadão e homem público. Isso tem que ser investigado, mas nunca se deve condenar precocemente, como ele inclusive já fez com algumas pessoas”, disse Reinaldo.

Para Azambuja, Odilon pode ser vítima do ex-funcionário. “Ele está sendo vítima de um assessor que trabalhou com ele 21 anos e que não seria apenas assessor, e sim primo. Tem que investigar”.

O tucano afirma ainda que Odilon se atrapalha por não ter costume de prestar contas. “É por isso que ele se atrapalha falando que essas denúncias são 'fake news' e não são, é da folha de São Paulo”.

Denúncia contra Odilon

Jedeão de Oliveira fez acusações contra o ex-chefe e atual candidato ao governo do Estado, Odilon de Oliveira, e registrou o documento em cartório. Ele disse que o juiz aposentado concedia autorizações genéricas de interceptações telefônicas para a PF (Polícia Federal), abrindo espaço para gravações clandestinas que permitiam a abertura de inquéritos com base em cartas anônimas.   

“É algo assim como necessidade. A ponto de ele ter que, de repente, inventar coisas para estar na mídia. Por exemplo, inflar ou aumentar o número de bens apreendidos na vara para dizer que ele era o cara que tinha bilhões de valores apreendidos graças ao trabalho contra o crime organizado”, disse Jedeão na entrevista.  

O assessor foi demitido em junho de 2016, após mais de 20 anos como funcionário de confiança de Odilon.