(67) 99826-0686

Bolsonaro quer autorização para matar, dispara ícone da advocacia criminal

Kakay esteve em Campo Grande e ainda afirmou torcer para que Moro 'sangre em público'

24 AGO 2019
Vinícius Squinelo
18h00min
Kakay já defendeu de políticos a celebridades brasileiras Foto: André Dusek/Estadão Conteúdo

Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, é o advogado criminalista de maior peso profissional no Brasil. Defensor de presidentes, políticos, celebridades e empresários. E, conforme ele mesmo afirma, um homem ‘tentando lutar pelo direito do cidadão e que muitas vezes não tem voz’.

Kakay esteve em palestra na Capital de Mato Grosso do Sul e sua metralhadora verbal e técnica mirou no presidente Jair Bolsonaro e no ministro da Justiça Sérgio Moro, ex-juiz federal.

“O que esse presidente quer é autorização pra matar”, disparou o advogado criminal. “Esse é o código apresentado de forma vergonhosa por esse senhor”, completou.
Kakay se referia à nova excludentes de ilicitude proposta por Bolsonaro e Moro, que isentaria responsabilidade legal no caso, por exemplo, de homicídios ocorridos em casos policiais.

Mais feroz foi a opinião do advogado ao tratar justamente de Moro. Falando sobre o que ele define como ‘Bolsonaro estar fritando o ministro’, afirmou: “tem muita gente torcendo para que esse ministro saia logo, eu não, quero que ele sangre em público, perca o capital político que ganhou à custas das pessoas que ele prendeu, às custas da banalização da prisão preventiva, do fim da delação premiada como instituto importante contra criminalidade”.

“Nesses tempos de obscurantismo e culto a desinteligência, ouvir o Kakay foi um bálsamo para o espírito democrático brasileiro, foi uma honra poder desfrutar desses momentos com um grande defensor da Constituição da República desse país”, comentou outro advogado criminalista, Fábio Trad Filho, que esteve no evento com Kakay.

O advogado falou durante o 1º Congresso de Direito e Democracia, ocorrido na noite nesta sexta-feira no Rubens Gil de Camilo.

Veja a fala de Kakay:

Veja também