TCE Novembro
Menu
segunda, 29 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Política

Após 'anúncio' de pré-candidatura, Tatá Marques é tachado de 'bonitinho' e sonhador

08 abril 2016 - 07h00Por Dany Nascimento

Diante da possibilidade do apresentador Tatá Marques entrar na disputa pela prefeitura de Campo Grande, conforme foi divulgado em sua rede social após se filiar ao SDD (Solidariedade), os vereadores criticam as falas do quase pré-candidato. Tatá chegou a falar que é o 'preferido da população' na disputa eleitoral. Mas, acabou ridicularizado por parlamentares.   

O vereador Airton Saraiva (DEM) acredita que o jornalista estaria 'blefando' ao falar de pesquisas e destaca que as afirmações de Tatá 'surgiram de um sonho'. "O Tatá está sonhando, ele é um bonitinho que aparece na televisão e acha que só por isso vence eleição. Ele acredita que a televisão elege ele, mas deixa ele pensar".

 Assim como Saraiva, o vereador Airton Araújo (PT) afirmou que aqueles que ainda não ocuparam um cargo público, como é o caso do jornalista, 'acreditam que a política é algo fácil de executar, mas se enganam ao pensar que podem salvar a pátria'.

"Para quem está fora da política, acredita que pode chegar e ser o salvador da pátria, mas não é bem assim. Ele pode sim entrar na disputa, todos tem esse direito, se ele acredita que está preparado, então que seja pré-candidato", afirma o vereador.

O petista destaca ainda, que a 'fama da comunicação' também elegeu Alcides Bernal (PP) que vem fazendo uma 'péssima gestão' na Capital. "Com o Bernal também foi assim e olha o que aconteceu com Campo Grande. Quem se eleger, tem que ter capacidade para realizar um bom trabalho, se ele acha que tem essa capacidade, que entre na disputa".

(Parlamentares criticaram o apresentador / fotos e montagem: André de Abreu)

Já o presidente da Câmara Municipal, vereador João Rocha (PSDB) poupou críticas a possível pré-candidatura de Tatá. "A candidatura é legítima a todos os cidadãos, o Tatá pode concorrer assim como um outro cidadão. Para entrar na disputa, a pessoa tem que gostar de política, entender a política para conseguir trabalhar de acordo com o que a população precisa. A população precisa de nomes para avaliar e se o Tatá acredita que se encaixa no que vem sendo solicitado, que seja pré-candidato".

O tucano destaca que muitas pessoas desconhecem que um político atua conforme preconiza a lei, que exige tempo para que trabalhos sejam realizados. "Na verdade, o exercício da política não condiz com a velocidade que a população espera. Quando colocamos pessoas boas em cargos públicos, sempre esperamos o melhor, vamos esperar o melhor dos pré-candidatos nessas eleições".