Menu
Busca quarta, 08 de julho de 2020
ALMS
Política

Para professores, Rose garante que educação será prioridade na prefeitura

Cerca de mil pessoas acompanharam a fala da candidata no Rádio Clube Campo

14 setembro 2016 - 20h51Por Thiago de Souza e Airton Raes

"Educação vai ser prioridade". Foi com essa frase que a candidata à prefeita de Campo Grande, Rose Modest (PSDB)o, abriu seu discurso no comício dirigido a professores e educadores das redes municipal, estadual e particular, na noite desta quarta-feira (14), no Rádio Clube Campo, em Campo Grande.

Aos olhos de pelo menos 1 mil pessoas, Rose destacou que "no momento em que a gente gasta com educação, a gente economiza com segurança pública e saúde". 

Entre as propostas para Campo Grande está a abertura de 5 mil novas vagas em Ceinf's, já que ela afirma querer se debruçar na conclusão de diversas unidades, que estão  - segundo ela - abandonadas na Capital. 

Sobre a gestão das escolas, Rose se comprometeu a implementar eleições diretas para as diretorias. "Pois são eles que conhecem o funcionamento das escolas", justificou. A candidata criticou a exoneração de diretores de unidades educacionais na Capital. "Exonerá-los não será uma punição só para os diretores e sim para toda a sociedade", completou. 

Ainda sobre as escolas, a postulante ao cargo no Executivo falou que é possível implementar o piso salarial para 20 horas na Reme. "Isso é  possível, tudo depende de prioridade na gestão", garantiu.  

Alguns convidados, portadores de necessidades especiais, tiveram a tradução de uma intérprete de libras. 

Em meio a educadores, a candidata enfatizou a todo momento o valor da educação na vida das pessoas. "Eu conheço a educação de perto. Eu que vim de uma família humilde e sei do poder transformador da educação. Todos temos nela a oportunidade de mudar de vida", ressaltou.  

Outros temas

Embora o tema central fosse educação, a candidata teve de falar de outros problemas vividos pelos campo-grandenses. Os investimentos passarão também pela área do esporte e lazer. "Porque educação anda junto com o esporte e a cultura. Vamos ter também de investir na iluminação de parques e praças esportivas", afirmou. 

Sobre segurança pública, que pela constituição é de responsabilidade do governo estadual, a tucana falou que a cidade pode contribuir e  que vai integrar a GCM (Guarda Civil Municipal) às polícias civil e militar. 

Na área da saúde, Rose garantiu que vai travar uma luta muito grande para "arrumar a casa", mas que é possível vencer essa batalha. "Primeiramente vamos fazer funcionar o que já existe. Porque nem remédio não tem", constatou.  

Muitos dos investimentos na área da saúde pegarão como referência a caravana da saúde, realizada por ela junto ao governador Reinaldo Azambuja na gestão estadual. "Saúde se faz todo dia a exemplo do que fizemos na caravana. Mostramos que é possível atender a demanda reprimida de exames e cirurgias, porque tudo a gente consegue por meio de parcerias", finalizou. 

 

Leia Também

Dono de carro alugado em 2019 encontra veículo depenado em barracão de Dourados
Interior
Dono de carro alugado em 2019 encontra veículo depenado em barracão de Dourados
PF vai investigar colunista da Folha que torce para Bolsonaro morrer de covid
Geral
PF vai investigar colunista da Folha que torce para Bolsonaro morrer de covid
ABSURDO! Indígena sofre aborto e hospital entrega feto em garrafa de plástico
Geral
ABSURDO! Indígena sofre aborto e hospital entrega feto em garrafa de plástico
SE PREPARE: temperatura cai 6º C nos próximos dois dias em Campo Grande
Cidade Morena
SE PREPARE: temperatura cai 6º C nos próximos dois dias em Campo Grande