Menu
sábado, 18 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Política

Em MS, Bolsonaro dispara: “não é fácil ser patrão no Brasil”

Bolsonaro elogiou desembargador de MS, que indicou para vaga de ministro do Tribunal Superior do Trabalho

14 maio 2021 - 11h57Por Diana Christie

Em visita a Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira (14), o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) aproveitou para tecer elogios ao desembargador Amaury Rodrigues Pinto Junior, do Tribunal Regional da 24ª Região (MS), que foi indicado para ocupar a vaga de ministro do Tribunal Superior do Trabalho na semana passada. Ele ainda comentou sobre ser presidente da República.

“Não é fácil ser patrão no Brasil. Nós queremos igualdade. Queremos que as decisões que servem de jurisprudências para os tribunais estaduais sejam realmente justas e não tendendo muito para um lado ou para outro porque somente assim nós podemos pensar em desenvolvimento”, declarou.

Amaury ocupará a vaga aberta em decorrência da aposentadoria do ministro Márcio Eurico Vitral Amaro. Para isso, ele será sabatinado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado Federal, e, posteriormente, sua indicação será submetida ao Plenário do Senado.

Segundo Bolsonaro, o nome foi apresentado pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

PERFIL

Natural de Curitiba (PR), Amaury Rodrigues Pinto Junior é bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Curitiba e, em 1989, ingressou na magistratura como juiz do trabalho substituto do TRT da 10ª Região.

Presidiu as Juntas de Conciliação e Julgamento (atualmente Varas do Trabalho) de Mundo Novo e Campo Grande (MS) e dirigiu o Foro de Campo Grande. Em 16/5/2001, foi promovido, por merecimento, a desembargador do TRT da 24ª Região e presidiu a corte no biênio 2006/2008, sendo o atual presidente, no biênio 2020/2021.