Menu
quinta, 01 de outubro de 2020
Política

Parte do ato pró-Bolsonaro é 'inimputável', afirma Fábio Trad

Seguidores do presidente pediram fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal

27 maio 2019 - 11h30Por Celso Bejarano, de Brasília

O deputado federal Fábio Trad (PSD-MS), pelo Twitter, em opinião sobre o manifesto de domingo (26), em favor do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), concordou com parte das reivindicações dos protestantes, contudo, achou uma delas, a que pediu o fechamento do STF (Supremo Tribunal Federal), como “desvario de inimputável”.

Ainda segundo o deputado, quanto a reclamação pela rápida aprovação da reforma da Previdência, Fábio Trad achou a queixa válida, desde que “com alguns ajustes”.

Analisando o pedido também da aprovação do pacote anticrime proposto pelo ministro Sérgio Moro (Justiça), Fábio Trad disse concordar com o projeto, mas com “alguns ajustes”.

Manifestantes pró-Bolsonaro criticaram o chamado Centrão, que é a união informal entre as legendas DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade, junção partidária integrada por ao menos 200 dos 513 deputados da Câmara Federal.

O grupo estaria atrapalhando a gestão de Bolsonaro. Fábio Trad vê a crítica com o pé atrás e diz pela rede social que “o presidente [Jair] precisa dar nome aos bois [apontar os políticos, no caso].

Num outro comentário sobre a caminhada pelo presidente, o deputado disse ser uma “loucura total” os manifestadores pedirem no ato o fechamento do Congresso Nacional [acabar com os mandatos de deputados federais e senadores].

O protesto de rua ocorreu em Campo Grande no domingo à tarde. Quanto ao número de manifestantes presentes nem os organizadores nem a Polícia Militar nem a Guarda Municipal chegaram a um consenso. A variação do tanto de participantes no ato, na contagem oficial e do palpite, variou de 1,5 mil pessoas a 30 mil pessoas na avenida Afonso Pena.

 

Leia Também

Iguana vai parar em prateleira de loja e só PMA para resgatar
Interior
Iguana vai parar em prateleira de loja e só PMA para resgatar
COMEÇOU A GUERRA: PP pede impugnação de Harfouche
Política
COMEÇOU A GUERRA: PP pede impugnação de Harfouche
Enfermeiro se comove ao ver cão lutar para ficar com dono internado em Anastácio
Interior
Enfermeiro se comove ao ver cão lutar para ficar com dono internado em Anastácio
Gravíssimo: Brasil tem 1.031 mortes por covid em 24 horas, com total de 143 mil
Geral
Gravíssimo: Brasil tem 1.031 mortes por covid em 24 horas, com total de 143 mil