TJ BANNER JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 25 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Política

Na Capital, Sérgio Moro é 'ministro pop' de Bolsonaro e mais lembrado que nomes de MS

Na pesquisa Itop, entrevistados contaram quais ministros eles conheciam; quadro conta com dois representantes de MS

17 janeiro 2019 - 15h00Por Celso Bejarano

O ex-juiz federal Sérgio Moro, nascido em Maringá (PR), que deixou a magistratura para chefiar o ministério da Justiça e Segurança Pública, é o mais conhecido entre os ministros nomeados pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), em Campo Grande, embora dois nascidos na cidade também tenham virado ministros do novo governo. 

A preferência em questão foi revelada na apuração do Itop (Instituto TopMídia de Pesquisa), realizada de 11 a 15 de janeiro, período que 600 moradores da capital sul-mato-grossense foram ouvidos pelos entrevistadores.

A pergunta era: em relação aos nomes escolhidos para compor os ministérios do novo governo, o (a) sr. (a) teve conhecimento quais foram?

Oitenta e três por cento dos pesquisados responderam que tinham conhecimento da nomeação de Sérgio de Moro.

Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde (foto: Leonardo Prado, Câmara dos Deputados)

O campo-grandense Luiz Henrique Mandetta, que virou ministro da Saúde, vem em segundo na pesquisa, que mediu a escala de conhecimento dos nomes dos ministros nomeados por Bolsonaro.

Quarenta e quatro por cento dos entrevistados pelo Itop apontaram que sabiam da escolha de Mandetta para o ministério da Saúde.

Paulo Guedes, ministro da Fazenda, aparece como o terceiro mais conhecido pelos campo-grandenses, segundo o Itop, com 28%.

Tereza Cristina, ministra da Agricultura (foto: Wilson Dias, da Agência Brasil)

Tereza Cristina, nascida em Campo Grande, nomeada a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, vem em seguida como a quarta mais “conhecida” entre os ministros de Bolsonaro, segundo a pesquisa Itop.

Na sequência da sondagem acerca dos ministros “conhecidos” dos campo-grandenses aparece o nome de Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, destacou o Itop.

Marco Pontes, ministro da Ciência e Tecnologia, segura a lanterna na pesquisa que perguntou aos entrevistados quem conheciam da composição dos ministérios de Jair Bolsonaro.

Ainda segundo o Itop, os percentuais obtidos pelos ministros ultrapassam 100% “devido a múltiplas respostas dos entrevistados”.