Menu
quarta, 28 de julho de 2021
PMCG REFIS 16 A 29/07
Política

‘Psicopata, negacionista e delinquente’: Campo Grande tem protesto contra Bolsonaro

'Fora Bolsonaro e seu Governo' ocupa Praça do Rádio; no Brasil são mais de 400 cidades com o movimento

19 junho 2021 - 09h39Por Vinícius Squinelo e Willian Leite

Neste momento, manifestantes se reúnem no centro de Campo Grande para mais um protesto contra o governo de Jair Bolsonaro (sem partido). E as palavras e faixas são fortes: o presidente é chamado de psicopata a negacionista.

“A democracia brasileira não merece o que está acontecendo”, dispara Jaime Teixeira, presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul). “Precisamos de uma vacinação séria, hoje mais de 180 milhões de brasileiros não foram imunizados”, completa ele, que chama Bolsonaro de ‘psicopata’, ‘negacionista’ e vê o atual governo enfraquecido. 

Por enquanto, o manifesto reúne cerca de 150 campo-grandenses, inclusive a vereadora Camila Jara (PT). “A gente tá pra conscientizar primeiro, pra mostrar que tem outra forma de fazer governo, com compra de vacina e responsável com o social, não dá mais para aceitar essa miséria”, comenta.

Com direito a carro de som, o manifesto vai circular o quadrilátero central de Campo Grande e encerrar onde começou, na própria Praça do Rádio Clube. 

Uma das organizadoras do ato, a estudante Agnes Viana, 34 anos, cobra medidas mais efetivas à pandemia, como um lockdown de verdade. “Mas com uma política de renda para que o trabalhador não passe fome, como a volta do auxílio mínimo de 600 reais”, explica. “Esse governo significa genocídio em massa”, decreta a estudante.

O manifesto tem cartazes com dizeres "Em defesa da educação pública democrática''; “#Cadeia para o delinquente da República” e "Demarcação e vacina, já”.

A Frente Fora Bolsonaro explicou que os manifestantes devem respeitar algumas recomendações como utilizar máscara de proteção N95 ou PFF2, levar álcool em gel 70% e respeitar o distanciamento social para evitar a disseminação do vírus da covid-19.