TCE SETEMBRO
Menu
sexta, 24 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Política

Quatro deputados de MS votam a favor da privatização da Eletrobras

Texto foi aprovado na Câmara e segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro

22 junho 2021 - 13h33Por Rayani Santa Cruz

Os deputados Beto Pereira (PSDB), Bia Cavassa (PSDB), Luiz Ovando (PSL) e Loester Trutis (PSL) votaram a favor da medida provisória 1031/2021 que viabiliza a privatização da Eletrobras. Eles estão entre os 258 deputados que votaram a favor do texto-base. Fábio Trad (PSD) está entre os 136 contrários.

A MP discutida ontem teve análise do texto-base, seguida dos destaques que poderiam mudar o conteúdo da matéria encaminhada pelo Executivo. 

A Eletrobras é a maior empresa de energia elétrica da América Latina. Agora, a MP segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro. 

Os deputados Vander Loubet (PT), Dagoberto Nogueira (PDT) e Rose Modesto (PSDB) não tiveram votos computados no painel, o que significa que não participaram da votação do texto-base.

A MP da Eletrobras

A medida já havia sido aprovada pela Câmara, mas foi alterada pelos senadores, após muitas criticas as emendas incluídas pelos deputados. Depois de passar pelo Senado, o texto precisou ser novamente ser votado pelos deputados com risco de ‘caducar’ hoje, dia 22 de junho.

Políticos de oposição e entidades do setor dizem que com a capitalização da Eletrobras as contas de energia elétrica e até de alimentos poderão subir, pois o texto prevê medidas que geram custos a ser pagos pelos consumidores.

Em contrapartida, o governo federal diz que a privatização pode reduzir a conta de luz em até 7,36%. 

Saiba mais clicando aqui.