TCE MAIO
TJMS MAIO
Menu
terça, 24 de maio de 2022 Campo Grande/MS
ASSEMBLEIA MAIO DE 2022
Política

Sem Simone, Siufi descarta concorrer ao governo e reavalia candidatura a deputado

Parlamentar foi cotado para substituir a senadora e levantar projeto do MDB

14 agosto 2018 - 09h15Por Dany Nascimento

Entre o ‘zum zum zum’ sobre quem assume como pré-candidato ao governo pelo MDB (Movimento Democrático Brasileiro), após a desistência de Simone Tebet, o deputado estadual Paulo Siufi (MDB) afirmou que não pretende concorrer para o cargo, levando em consideração que exerce a função de médico e teria que abrir mão da profissão para administrar Mato Grosso do Sul, caso fosse eleito.

“As pessoas falam no meu nome porque eu foi muito fiel ao partido, mas eu já tinha abdicado de ser pré-candidato, não vou disputar o governo. Estou um pouco distante deste assunto e, para o governo, eu teria que abrir mão da medicina e jamais vou fazer isso. Eu sou médico, tenho um compromisso com meus pacientes, eu coloco crianças no mundo, eu tenho muito respeito pelos pacientes e eles por mim, então eu não abriria mão disso”, afirma o parlamentar.

Siufi destaca ainda que já havia se comprometido com a família de que não entraria na disputa pelas eleições em 2018. “Eu não pretendo concorrer a deputado estadual, combinei isso com a minha família, estou repensando, mas acredito que não vou disputar. Estou reavaliando essa situação”.

O deputado explica que também não sonha com cargos federais. “Eu jamais disputaria um cargo para ter que morar em Brasília, minha família está aqui, meus amigos estão aqui, não gostaria de concorrer para deputado federal”.

Para Paulo, a missão à frente de cargos públicos já foi cumprida. “Eu fiquei três mandatos na Câmara Municipal, fiz tudo que podia fazer como homem público, disputar para o governo não tem como associar com a minha profissão, então estou reavaliando, mas acredito que não entro na disputa porque fiz um grande trabalho como vereador e agora estou como deputado estadual”.